Motorola Razr 2020: o smartphone do futuro poderá chegar com dois modelos!

Filipe Alves
Comentar

Estamos a chegar ao final do ano e nada de Motorola Razr 2019. Os rumores referiam que a Motorola iria apresentar um smartphone do futuro. Um equipamento dobrável que fecharia em forma de concha. Quando aberto, ficaria idêntico a um smartphone normal.

Este é o sonho de muitos amantes da tecnologia que não querem um smartphone que vira tablet com o ecrã dobrável. Sou um desses! Prefiro ter um smartphone pequeno no bolso que vira normal quando aberto, do que um grande que vira gigante!

Exemplo do Motorola Razr (conceito do smartphone do futuro)

Novas patentes do Motorola Razr 2020

As novas patentes são do Motorola Razr 2020 e tudo indica que o se a Motorola seguir as ideias registadas nestas imagens, teremos um smartphone com uma ideologia ligeiramente diferente.

Motorola Razr 2020

O smartphone fechará como uma concha mas deixará a parte superior de pequeno ecrã para nos mostrar informação relevante. Ao que parece, poderá também ter várias formas de ser dobrado.

Segundo as informações, teremos um modelo com um ecrã de 6.5" polegadas e outro com 6.2" polegadas. Os modelos poderão ser diferentes a nível de especificações e características. Algo que já estamos habituados a ver no segmento mobile nos dias de hoje.

Ainda não temos ideia se estes terminais serão topo de gama ou intermediários. Falou-se que o primeiro dobrável da Motorola, o tal Razr que sairá ainda este ano, será um dispositivo de gama média de forma a ter um preço mais agradável.

Já estes modelos, as mesmas informações referem que poderão vir a ter um valor de 2000$ e 2500$. Ou seja, um preço a rondar os 2000€. Um valor alto mas que não foge muito aos primeiros smartphones dobráveis.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.