Motorola Moto G7 Power explode no bolso de um utilizador brasileiro!

Filipe Alves
Comentar

Um utilizador do Motorola Moto G7 Power sentiu o "poder" do smartphone quando o equipamento entrou em combustão no seu bolso. Tudo se passou no Brasil, mais precisamente em Curitiba, no Paraná.

Um jovem estava na aula de educação física quando o telemóvel que estava no bolso começou a deitar fumo do nada. Os amigos avisaram o utilizador que estava fumo a sair das calças, contudo, o jovem pensou que tudo não passava de uma brincadeira.

Motorola Moto G7 Power explosão
Imagem: RIC Mais

Quando se apercebeu que tal era real, até porque já começava a sentir a perna quente, o jovem tentou tirar o smartphone do bolso, porém, sem sucesso. A única solução foi tirar as calças para se ver livre do pesadelo. Segundo as informações, foi mesmo necessário um extintor para resolver a situação.

Não houve feridos a registar com a "explosão" do Motorola Moto G7 Power

Felizmente não houve feridos a registar. Os pais do jovem chegaram a contactar a Motorola sobre a situação, todavia, ainda não houve uma resposta sobre o problema. Ainda assim, vale a pena considerar quando é que devemos (ou não) ter o smartphone no bolso.

Ao que parece, o jovem não fez nada que criasse a situação, porém, se está numa aula de educação física não há justificação pela qual ter um smartphone no bolso das calças de fato de treino.

Cuidados a ter com o smartphone

  • Não fazer exercício com o smartphone no bolso (preferível uma braçadeira)
  • Não dormir com o smartphone perto
  • Nunca deixar o smartphone debaixo da almofada
  • Deixar o smartphone a carregar durante a noite longe do utilizador
  • Se vires que o telefone está demasiado quente (várias vezes) e sem razão, leva-o ao serviço pós-venda
  • Há momentos onde o smartphone não precisa de estar contigo (aproveita a vida e levanta a cabeça)

Estes são alguns dos cuidados que acredito que te servirão para o quotidiano. Pessoalmente sou um amante de tecnologia, porém, também sei que isso não pode controlar a minha vida. Aplicações como o Facebook, por exemplo, já não fazem parte do meu equipamento de forma a dar-lhe o mínimo atenção possível.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.