Tesla: motociclista apanhado pelas câmaras a partir o retrovisor é apanhado pela polícia (vídeo)

Filipe Alves
Comentar

Aos poucos começamos a perceber que um carro com câmaras é melhor do que câmara alguma. Os Tesla são exemplo disso mesmo. Depois da semana passada a polícia ter apanhado uma senhora a riscar um Tesla propositadamente, eis que agora é a vez de um motociclista que partiu o retrovisor do carro propositadamente.

No caso anterior, foi o sistema de segurança da Tesla "Sentry Mode" que apanhou a senhora a riscar o carro, agora é a vez do sistema de condução autónoma a mostrar que também serve para algo.

No vídeo podemos ver o motociclista a acelerar junto ao Tesla e com a mão a partir o retrovisor do carro. Contudo, nestas imagens não foi possível ver a matricula da moto. Felizmente, a câmara do piloto automático foi capaz de apanhar essa matrícula e ainda uma condução invulgar por parte do motociclista.

Brandon McGowen, o condutor do Tesla que foi atacado referiu "Isto aconteceu no meu caminho para casa hoje do trabalho... motociclista maluco diminuiu a velocidade na minha frente, depois mudou de via e partiu o meu espelho.”

Tesla vandalo

Poucos dias depois Brandon McGowen atualizou o estado da situação "Acabei de receber uma chamada da polícia de que os vídeos da TeslaCam / dashcam foram capazes de identificar o motociclista e, como é considerado vandalismo, agora a situação está a caminho dos tribunais. Obrigado a todos pelo apoio!"

Carros da Tesla são munidos de sensores e câmaras

Os carros da Tesla são dos poucos que chegam ao mercado com uma enorme variedade de sensores e câmaras. Esta tecnologia ajuda a que o carro consiga conduzir de forma autónoma mas não só.

Estas câmaras servem também para a segurança do condutor e passageiro, tal como podemos ver nos vídeos acima onde a polícia conseguiu capturar com sucesso do motociclista que fez o crime.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.