Milhões de smartphones serão bloqueados no Google Maps, Gmail, YouTube e outros

Rui Bacelar
Comentar

É o fim da linha para milhões de tablets e smartphones Android. A Google decidiu bloquear o acesso a aplicações e serviços como o Google Maps, Gmail, YouTube, Google Drive, Google Fotos, entre outros, aos dispositivos que usem o Android 2.3 Gingerbread.

A decisão foi tomada pela gigante das pesquisas online que impedirá estes dispositivos de se autenticarem com a conta Google, efetivamente barrando-os de usar os serviços supracitados. Recordamos, contudo, que esta versão - Android 2.3 Gingerbread foi lançada em 2012, mas conta ainda com milhões de dispositivos ativos em setembro de 2021.

Google justifica este bloqueio com razões de segurança para o Android

Android 2.3 Gingerbread
A versão do Android 2.3 Gingerbread foi disponibilizada em 2010.

A todos os utilizadores que ainda estejam a usar um smartphone Android mais antigo, independentemente das razões para tal, chegou a altura de fazer o upgrade. Segundo a Google, estes dispositivos serão impedidos de se autenticar com as contas Google.

Mediante uma atualização distribuída pela gigante das pesquisas, com efeito, a partir de 26 de setembro, os dispositivos antigos serão barrados destes serviços populares. Não obstante, aplicações como o WhatsApp continuarão a funcionar nestes terminais.

Importa notar que estes dispositivos não ficarão imediatamente privados dos serviços e apps Google assim que receberem a atualização em questão. Aliás, só sentirão o seu efeito caso se voltem a tentar registar / autenticar no perfil ou conta Google.

Fim iminente dos serviços Google para milhões de smartphones e tablets Android

Android 2.3.7 Gingerbread
Aspetos principais do sistema Android 2.3.7 Gingerbrad.

O utilizador que a partir de agora tente entrar na sua conta Google - fazendo novo login - deparar-se-á com uma mensagem de erro / password errada. Ainda que as credenciais estejam corretas, será efetivamente barrado de entrar e aceder aos serviços Google.

A tecnológica norte-americana veio justificar esta medida com a necessidade de manter os seus utilizadores a salvo. Para tal, fará cessar o acesso a serviços como o YouTube, Gmail, Drive, bem como as demais apps e serviços próprios da tecnológica.

Importa notar que esta decisão havia sido anunciada em julho último, entrando agora em vigor. E, ainda que possa parecer surpreendente, continuam a existir milhões de tablets e smartphones Android que ainda usam esta versão arcaica do sistema.

Para continuar a ter acesso é necessário atualizar, ou trocar de dispositivo

Dito isto, tal como a empresa fez saber em publicação própria, será o fim da linha para esta geração de equipamentos.

Assim, caso tenha um dispositivo que ainda corra o Android 2.3.7 Gingerbread, para continuar a ter acesso aos serviços e apps Google, terá que o atualizar para o Android 3.0, ou mais recente.

Alternativamente continuará a ser possível ter acesso a estas apps e alguns serviços da Google mediante o uso da versão Web, através do navegador / browser.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.