Microsoft tentou comprar a Nintendo mas nipónicos recusaram às gargalhadas!

Abílio Rodrigues
Comentar

Ainda antes da criação da primeira consola Xbox a Microsoft tentou adquirir várias empresas de videojogos, de onde se destaca a rival Nintendo. Os executivos da companhia japonesa não só recusaram a oferta como brindaram os seus colegas americanos com uma boa dose de gargalhadas.

Um executivo da empresa americana revelou agora que a proposta foi recebida com muito humor pelos japoneses, que não conseguiram evitar passar uma boa hora a rir das intenções do na altura CEO da Microsoft Steve Ballmer.

A notícia é avançada pela Bloomberg, que indica que Ballmer pediu uma reunião com a Nintendo para avaliar a possibilidade de comprar a empresa.

Jogos da Nintendo podiam ter feito parte do catálogo Xbox

Na fase em que estava a finalizar o desenvolvimento da Xbox original a Microsoft abordou vários estúdios de renome com ofertas de aquisição de forma a garantir os seus respetivos títulos first-party. Entre elas estavam colossos como a Square (antes da fusão com a Enix), Electronic Arts e Midway Games.

Todas recusaram os avanços da Microsoft, mas o seu verdadeiro alvo seria mesmo a Nintendo. Ballmer olhava para franquias como Super Mario ou The Legend of Zelda como ideais para atrair o público para a sua nova consola e complementar aquilo que apelidava de "hardware perfeito."

Num reunião com a Nintendo em janeiro do ano 2000 os engenheiros da Xbox chegaram mesmo a dizer que o hardware da Big N era "um lixo" em comparação a PlayStation da Sony. Valorizando antes a sua extrema habilidade para a criação de videojogos, tentaram convencer a Nintendo a usá-los na Xbox.

Microsoft ainda hoje prefere comprar estúdios

Escusado será dizer que a estratégia dos americanos não resultou, com a Nintendo a rejeitar prontamente qualquer fusão. Na altura a empresa preparava o lançamento da GameCube, que se veio a provar ser um fracasso para a marca.

Apesar disso a DS e a Wii acabaram por devolver a grandiosidade à Nintendo tornando-se em duas das consolas com mais sucesso da história. A Nintendo Switch é também um enorme sucesso, vendendo mais unidades em todo o mundo do que as rivais PlayStation e Xbox.

A Microsoft continua ainda hoje a colocar em prática uma estratégia de compra de estúdios para juntar ao seu portefólio, como é o caso da Bethesda Softworks, produtores de franquias como The Elder Scrolls e Fallout.

Editores 4gnews recomendam:

  • Among Us foi o jogo mobile mais instalado em 2020
  • Nintendo prepara nova Switch Pro com ecrã OLED e capacidade para 4K
  • Xbox: nova consola a caminho? Patente sugere que sim!
Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.