microsoft-surface-studio-7

A Microsoft acabou de apresentar aquele que é o seu primeiro desktop, se é que assim se lhe pode chamar. Surface Studio, é o dispositivo que te vai parecer familiar mas totalmente revolucionário, ao mesmo tempo.

Surface é grande marca que a Microsoft foi capaz de criar. Os seus produtos são lindos, bem construídos e muito capazes, muito mesmo, de permitirem ao utilizador fazer tudo aquilo de que necessita. Com efeito, quatro anos depois de ter lançado o primeiro Surface, a empresa de Redmond apresentou uma espécie de concorrente ao clássico iMac, mas é muito mais do que isso.

   

microsoft-surface-studio-1

Foi desenhado para transformar a forma como se cria conteúdo, como se interage com esse conteúdo. Seja para trabalho ou lazer, tudo poderá ser feito neste corpo em alumínio com apenas 12,5 milímetros de espessura. Sim, é trata-se de um ecrã capacitivo, tal como os dos Surface, cuja resolução não se deteriora à medida que nos aproximamos do ecrã. As suas cores são vívidas e, no seu ecrã de 28 polegadas, a visualização de qualquer tipo de conteúdo será fantástico.

A diferença (e inovação) é o facto de que o ângulo a que este ecrã se encontra é “totalmente” ajustável e permite ao utilizador utilizar este produto em todo o género de ocasiões, sem comprometimentos. Mais, o que se vê no Surface Studio, é o que se verá na realidade. Passo a explicar, ao editar um documento neste desktop, ele estará a ser editado no mesmo tamanho que terá na realidade. Isto é, a folha A4 que aparece no ecrã tem exatamente as mesmas dimensões de uma folha A4 real.

microsoft-surface-studio-4

O que ele promete a nível de especificações? 32GB de memória RAM (DDR4), um procassador Intel i7 e 2TB de memória. Contudo, as especificações não são a chave do produto, mas sim o que se pode fazer com elas em conjunto com o Windows 10. De acordo com Panos Panay, este produto é simples imaginação, é qualquer coisa de outro mundo, o mundo que cada um de nós cria, à sua maneira.

Porém, as novidades não ficam pelo ecrã e, por isso, Panos também apresentou a Surface Dial. É um produto que permite ao utilizador trabalhar ainda mais rápido. Pois, ao trabalhar com a Surface Pen (por exemplo) – com uma das mãos -, a outra ficará vaga à sem qualquer tipo de utilidade ou, caso contrário, com tarefas a mais para realizar. Pode parecer um pouco complicado de explicar mas, basicamente, o tempo estica ao usar a Surface Dial. Isto é, posso estar a desenhar algo com a Surface Pen e, aproximar rapidamente a imagem usando este dispositivo, sem mais demoras. Para além disso, pode alterar a intensidade do risco da Pen e muitas outras coisas. É algo novo, diferente.

microsoft-surface-studio-2

Mas e o seu preço e disponibilidade? A partir do dia 15 de dezembro estará disponível nas Microsofts Stores e o seu preço começa em 2999$ e termina em 4199$ dependendo da versão que for comprada.

Por fim, Satya Nadella fala deste Surface Studio como uma opção para as pessoas escreverem, falarem, tocarem e criarem aquilo que experienciam. Com o Windows, tudo isso estará conectado, entre todos os dispositivos. Finalmente, fala ainda de todos estes projetos da Microsoft que têm que ver com o “Mix de Realidade” para todos nós. Sublinha, ainda que a tecnologia é só uma ferramenta nas mãos de cada um de nós.

Este Surface Studio parece ser o primeiro grande passo para o que se verá no futuro. E não há mais nada que possa dizer se não que fico contente por isso. Vê o vídeo a seguir e percebe o quão incrível ele é.

Talvez queiras ver:

SlimSocial é a nova (e boa) alternativa ao Facebook para Windows 10 Mobile

Skype só para Windows 10 Mobile e com atualização de aniversário (ou posterior)

Atualização de Aniversário na maioria dos PCs com Windows 10

Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.