Microsoft Outlook para Android tem uma funcionalidade nova que vai fazer inveja ao Gmail

Filipe Alves
Comentar

O Microsoft Outlook é um dos serviços de email que mais concorrência oferece ao Gmail. Em transformação desde o mítico "hotmail", a Microsoft tem vindo a melhorar significativamente as suas aplicações para Android e iOS.

Exemplo disso é a implementação do Dark Mode na sua aplicação que funciona mesmo que não tenhas a mais recente versão do Android instalado.

Editar fotos diretamente no Microsoft Outlook

Com a nova atualização, que começa a chegar aos seus utilizadores, tens a possibilidade de editar de forma simples e rápida fotos que envies como anexo nos emails.

Microsoft Outlook gmail

Imagina que queres anexar uma captura de ecrã, mas queres salientar algo relevante. Podes simplesmente editar a foto diretamente na aplicação de email e enviar. No Gmail, por sua vez, terás de fazer essa edição previamente numa aplicação dedicada. Nem que seja no Google Fotos.

Gmail foca-se em eliminar malwares e Spam

smartphone

Contudo, nem tudo é um mar de rosas para os utilizadores do Outlook que sofrem bem mais de Spam e malware que os utilizadores do Gmail. Aliás, a mais recente atualização do Gmail foca-se em descartar emails com anexo de ficheiros Office com malware. Só aí vemos qual é o foco da Google neste momento.

Ainda assim, acredito que uma implementação deste género não seria muito complicado no Gmail e tenho de admitir, como utilizador de Gmail diariamente, que me daria jeito ter uma ferramenta destas por defeito na aplicação.

Em suma, é bom ver a Microsoft a trabalhar seriamente nas suas aplicações para Android e iOS. Aplicações essas que ficaram muitos anos à deriva pelo forte investimento no fracassado Windows 10 (mobile).

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.