A Microsoft revelou os resultados obtidos pela empresa acerca do segundo trimestre do seu ano fiscal, correspondente ao último de 2016. No caso do relatório sobre a divisão Mobile da empresa de Redmond, os resultados são tudo menos animadores.

Vê também: WhatsApp: Apagar mensagens já enviadas será possível em breve

   

Se, no final de 2015, quando a empresa apenas vendeu cerca de 4,5 milhões de smartphones Lumia, se pensava que a situação não pudesse piorar, piorou. No final do ano que acabou de terminar, passe a redundância, a Microsoft não vendeu mais que 1 milhão de smartphones Lumia.

Microsoft Lumia 950XL

É uma situação preocupante, de todo. Estes números mostram que, durante três meses consecutivos (um trimestre), não mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, repito, todo o mundo, quis adquirir um novo Lumia. Mesmo com os descontos e campanhas bastante cativantes.

Sem dúvida que, se me dissessem há uns anos que isto fosse acontecer não acreditaria. Se me dissessem no início de 2016, não acreditaria. Até hoje, ao escrever o artigo, se torna difícil pensar que tal coisa possa ser verdade.

Se for o caso: Quatro alternativas ao teu Windows Phone, caso pretendas algo novo!

Ver estes números, principalmente, numa época como essa – que coincidiu com a época natalícia -, é mesmo muito alarmante. Está na altura da Microsoft decidir o que quer fazer ao seu setor Mobile. E, de uma vez por todas, dizer aos atuais utilizadores qual a verdadeira intenção por parte da empresa para com o esses que, no meio disto tudo, são os maiores lesados.

Outros assuntos relevantes:

Nova linha Sony Xperia com “flagship” 4K no MWC 2017?

Confirmado: Galaxy S8 terá mesmo uma nova Assistente Virtual

Overwatch atinge a marca de 25 milhões de jogadores

ViaGSMArena
FonteMicrosoft

Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.