Lumia435_Marketing_2_DSIM copy

A Microsoft fez hoje a apresentação de mais um terminal, para além do aqui anteriormente falado Lumia 532. Aliás pela lógica apresentou mais dois, visto que este Microsoft Lumia 435conta com duas variantes, com e sem Dual-SIM.

Parece que as marcas que mais esperávamos deixaram passar a CES15 para anunciar os seus futuros equipamentos. A Oppo acaba de anunciar o Oppo R1C, a Xiaomi amanhã anunciará o seu próximo flagship (dedos cruzados para o MI5), a Samsung lança o seu primeiro Tizen Samsung Z1 e a Microsoft com estes meninos.

   

Já viste o Nokia Lumia 930 banhado a ouro de 24K ?

Embora sejam equipamentos de gama baixa, ou “de entrada” estes equipamentos tem um enorme sucesso em mercados como o da Índia e Brasil. A Microsoft com o WindowsPhone 8.1 oferece uma qualidade fantástica para equipamentos de baixa gama, fazendo que mesmo com baixas especificações, o smartphone voe perante um OS super fluído.

Este novo equipamento traz-nos um ecrã de 4″polegadas 480 x 800px com processador Snapdragon 200 e 1GB de RAM o que fará este pequenino ser tipo turbo. Vêm já com WindowsPhone 8.1, 8GB de memória interna e possibilidade de expander a memória até 128 GB via MicroSD. As câmaras de 2Mpx e VGA(frontal), são de baixo pixel mas temos visto que a Microsoft tem feito um trabalho fantástico com os sensores dos Microsoft Lumia.

O Microsoft Lumia 435 e 435 Dual-SIM começarão a ser vendidos na Europa a Fevereiro por 70 Euros, ainda não há informações sobre o Brasil, mas como temos visto cada vez mais a Microsoft a atacar o mercado Canarinho, por isso não deve demorar muito mais.

Talvez queiras ver:

Queremos saber a tua opinião sobre este assunto por isso fica livre de comentar abaixo. Clica aqui para saberes como ajudar a 4GNews!

Nós e os nossos meios de comunicação!

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.