Microsoft 10 S
Apresentação do Windows 10 S da Microsoft

A Microsoft é uma das maiores empresas do mundo. Sem dúvida. Contudo, como todas elas, toma decisões altamente questionáveis no panorama do seu público mais próximo.

A última, por sua vez, tem que ver com uma ferramenta desenvolvida pela mesma e que, ainda que muito básica, permitia que qualquer pessoa – ou quase – criasse uma aplicação Windows para usar nos seus equipamentos e, depois, caso fosse essa a sua vontade, partilhá-la com os de mais.

Vê também: Pokemon Go – Os números surpreendentes do jogo de Verão

   

A aplicação em questão chamava-se Windows App Studio. Para quem não sabe, foi algo que a empresa de Redmond não deixou de promover, principalmente quando o Windows Phone estava em larga ascensão. A ferramenta da Microsoft permitia que, de um modo mesmo simples, fossem criadas apps para as suas plataformas.

Todavia, o seu término termina por uma boa razão. Não é verdade Microsoft?

Aliás, eu próprio criei meia-dúzia delas, muito simples, para usar num Lumia que tinha, noutros tempos claro. No entanto, o mesmo será impossível a partir de agora. De acordo com a fonte, a começar no próximo dia 15 de julho, apenas os utilizadores atuais a poderão utilizar. Depois disso, em setembro, no dia 15 também, a ferramenta de edição do conteúdo criado deixará de funcionar. Por fim, a partir de 1 de dezembro, ninguém poderá mais usá-la.

No entanto, isto tem uma explicação bastante fácil de entender e que faz todo o sentido. A Microsoft pretende que essa criatividade e força de vontade migre para uma outra ferramenta, que a mesma desenvolveu, chamada Windows Template Studio. Esta permite aos programadores desenvolverem aplicações universais para todo o tipo de produtos Windows.

Por isso, caso tenhas sido, ou sejas, um developer que fazia uso do Windows App Studio, não te preocupes. Poderás fazer (exatamente) o mesmo na nova ferramenta, também ela bastante intuitiva e fácil de utilizar.

Outros assuntos relevantes:

Apple iPhone 8 consegue ser mais pequeno que o iPhone 7 Plus

Galaxy Note FE – Samsung dedicará o “novo” Note 7 aos seus fãs

ViaMSPoweruser
FonteWindows Blogs

Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.