Microsoft. Cortana já não reconhece músicas no Windows 10

Pedro Henrique
Cortana da Microsoft perdeu um recurso para o Windows 10

A Microsoft tem abordado o mercado de uma forma distinta desde que lançou o Windows 10. Aliás, desde que Satya Nadella assumiu a liderança da gigante norte-americana que várias decisões têm tomado um rumo não expectável pelos fãs dessa.

De facto, para o bem ou para o mal, uma das características da nova liderança é não forçar a entrada ou manutenção em mercados onde a Microsoft dificilmente terá a notoriedade que pretende. Um deles, por exemplo, foi o mercado do streaming musical.

Vê ainda: Nokia 6 2018 – ousado com realces laranja, eis o próximo Nokia

Depois do Xbox Music, ainda houve tempo para um Groove Music, mas esse já não ia conseguir nada que o antecessor não tivesse conseguido. Daí, no final do ano que ainda agora terminou, a gigante norte-americana decidiu colocar de lado essa aposta e recomendar aos utilizadores desse serviço a troca pelo Spotify.

Ora, com a saída do mercado musical, também a Cortana ficou mais desfalcada. Isto é, com a mais recente atualização da assistente virtual do Windows 10 da Microsoft, a mesma perdeu uma capacidade bastante peculiar e utilizada pelos consumidores.

Ou seja, agora, não mais será possível pedir à Cortana que identifique uma música, o que é uma perda significativamente penosa uma vez que, pelo menos por agora, ainda não há vestígios do Shazam, também não há qualquer vestígio do Sound Hound na mesma.

Menos uma funcionalidade da Cortana para o Windows 10 da Microsoft...

Consequentemente, e olhando para toda esta notícia com alguma esperança de que algo bom dela possa advir, talvez isso seja um indicador de que aplicações para o efeito estarão a chegar à Microsoft Store.

Talvez não. O que é certo é que o Windows 10 perde com isso, bem como todos os seus utilizadores e respetivos fãs.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Oreo para o OnePlus 5

s Samsung Galaxy S9

Huawei P20 – dia 26 de fevereiro ficaremos a conhecer este Huawei?

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.