Messenger
Facebook Messenger e Spotify têm nova relação!

Todos temos aquele Chat no Facebook Messenger com amigos, família, ou qualquer outra coisa. Usamo-lo todo o dia, todos os dias, mesmo que seja apenas para enviar conteúdo cómico e nada mais.

Porém, se há algo que, até aqui, se perdia por completo numa conversa como essa, era a questão musical. Por isso, o Spotify uniu-se ao Facebook Messenger, consequentemente, criou uma nova funcionalidade dentro da aplicação de mensagens instantâneas mais usada do mundo, a par do WhatsApp.

Vê ainda: OnePlus 5 é apanhando a mentir nas benchmarks

   

Este novo recurso chama-se “Group Playlists for Messenger” e, basicamente, permite que os membros do grupo em questão (e até mesmo numa conversa a dois) criem uma playlist própria. E não, não é nada difícil de fazê-lo. Aliás, é bem mais fácil. Desta forma, basta carregar no botão “+” que vemos no canto inferior esquerdo ao abrir a aplicação, escolher a extensão do Spotify, criar uma playlist e, de seguida, dar-lhe um nome e forma.

Quanto à forma, o que quer dizer é que depois é só inserir, nessa playlist, aquilo que se quiser, ao gosto de cada um. Cada membro do Chat em questão poderá, em qualquer momento, adicionar uma nova música à lista que foi criada.

De resto, é o que já todos sabemos. A playlist criada funcionará como uma outra. E, de facto, esta parece-me, a mim, uma excelente forma do Spotify se integrar no Facebook Messenger. Aliás, partindo de pressuposto que podem existir (porque existem) conversas em grupo com um único tema por trás, quem sabe se esse não é passível de ser exprimido musicalmente.

As conversas do Messenger serão bem mais interessantes!

Por outro lado, a ideia também parece bastante boa na medida em que, e pensando num Chat com quatro ou cinco amigos, por exemplo, as músicas que esses possam partilhar na sua playlist, poderão ser escutadas depois, quando esses estiverem reunidos fisicamente. E aí sim, provavelmente alguns irão questionar as escolhas de outros e tudo terá mais piada.

Outros assuntos relevantes:

iPhone 8: localização do sensor biométrico ainda não está decidida

Intel quer levar a Realidade Virtual aos Jogos Olímpicos

Cuidado: Mais aplicações apanhadas com Malware na PlayStore

ViaGSMArena
FonteSpotify
Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.