Mercado global de smartphones retomará o crescimento em 2019 - IDC

Rui Bacelar
smartphones mercado global IDC Reuters 1
Conquistaram o mundo mas já saturaram o mercado. Para o ano poderão voltar a crescer... ©Reuters

Conquistaram o mundo em cerca de uma década. Todavia, desde o final de 2017 que o mercado global de smartphones se encontra em notória recessão. Ainda assim, segundo a International Data Corporation (IDC), em 2019 poderão voltar a crescer. Ressalva-se ainda o desempenho das fabricantes chinesas como a Xiaomi e Huawei.

Nesse sentido, o mais recente relatório da IDC dá-nos uma visão menos negativa deste mercado de smarptohnes. Todavia, é cedo de mais para celebrar um possível crescimento forte e saudável. Podemos apenas alegrar-nos com uma ligeira recuperação em 2019.

Vê ainda: Samsung Galaxy S10 poderá trazer duas carteiras para Bitcoin

Em primeiro lugar, estamos perante uma nova revolução no formato dos smartphones, apostando-se cada vez mais no conceito de smartphone dobrável. Em segundo lugar, o mundo prepara-se também para a próxima revolução nas telecomunicações com o eventual advento do padrão 5G.

O mercado de smartphones voltará a crescer em 2019

Entretanto, a partir do próximo ano, uma série de novidades como o orifício no ecrã para albergar a câmara frontal poderão dar novo ânimo ao mercado. Em suma, uma tríade de mudanças que poderão mudar a face deste mercado de smartphones tal como o conhecemos atualmente. Uma mudança de formato (smartphone dobrável), de comunicação (5G) bem como de design (orifício no ecrã). Algo que gradualmente se irá implementando no mercado à medida que diferentes marcas exploram estes três pilares.

Mercado mundial smartphones
2018 foi um péssimo ano para as fabricantes de dispositivos móveis. As previsões da IDC.

Contudo, tal como aponta a IDC, esta transformação será gradual e após uma profunda recessão em 2018, o crescimento será ténue. Aliás, a IDC espera que no último trimestre de 2018 o mercado de smartphones volte a cair, apontando uma queda de 2.6% a 3%.

No último trimestre de 2018 a IDC prevê novas quedas...

Comparativamente ao ano de 2017, o ano de 2018 apresentou quebras no volume de vendas em todos os 3 trimestres até à data. O próximo (último de 2018), deverá acompanhar este tendência, caindo até 3% de acordo com as expectativas de IDC.

Em suma, em 2018 assistimos a uma quebra acentuada, liderada pelo mercado de smartphones na China. Este que é o maior mercado mundial de smartphones arrastou o mercado global, tendo este caído 6% no último trimestre.

Huawei Xiaomi Mercado mundial smartphones
2018 foi um péssimo ano para as fabricantes de dispositivos móveis.

Nesse sentido apontam os mais recentes relatórios das agências de análise de mercado como a IDC. Tendência que apenas é contrariada por fabricantes como a Huawei bem como a Xiaomi, dois exemplos de sucesso. Algo que se repetirá durante 2019.

Por conseguinte, as palavras utilizadas pela IDC descrevem uma estagnação e não propriamente um crescimento notório. Em suma, será apenas em 2019 que começaremos a ver os primeiros sinais de estabilização e recuperação do mercado.

A Xiaomi e a Huawei são (e serão) a excepção à regra segundo a IDC

Até lá, as quedas só não serão maiores porque fabricantes chinesas como a Xiaomi e a Huawei se estão a sair muito bem. Aliás, não fossem estas duas fabricantes Android sediadas na China e todo o panorama global seria muito pior.

Xiaomi Huawei smartphones mercado global IDC Reuters 1
A Xiaomi e a Huawei têm sustentado este mercado global de smartphones. ©Reuters

Aliás, o crescimento do mercado global de smartphones entre 2019 a 2022 será muito ténue, nunca chegando aos dois dígitos. Todavia, será novamente o crescimento da Huawei e da Xiaomi a incutir vigor neste ramo.

O relatório da IDC aponta também que a Apple se manterá na liderança do mercado premium com as suas ofertas. Todavia, esta agência aponta um crescimento de 0.1% para a Apple durante os próximos 3 anos.

Entretanto, o mundo "Android" continuará a subir o preço médio de venda dos seus smartphones. O preço dos smartphones deverá aumentar cerca de 9.6% até ao ano de 2022. Nesse sentido, atualmente a média é de 258 dólares em 2018.

Em suma, até que os smartphones dobráveis e o padrão 5G se tornem na norma, o mercado permanecerá algo estagnado. Entretanto continuaremos a ter cada vez mais smartphones grandes, com grande ecrã a conquistar a preferência do público.

Editores 4gnews recomendam:

13 aplicações grátis para teres fotografias incríveis

OnePlus pensa em fabricar um smartphone mais pequeno

Lenovo Z5s pode chegar já com o chipset Snapdragon 678 da Qualcomm

Fonte | via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.