Mensagens Google tem uma novidade escondida que vais gostar

Bruno Coelho
Comentar

A Google continua empenhada em melhorar a sua app de Mensagens, e prova disso é que esta semana foi anunciado o lançamento da encriptação ponta a ponta no serviço. Agora foi descoberta outra mudança escondida.

O 9to5Google avança que é possível tocar numa mensagem para fazer zoom de forma a mudar o tamanho da fonte nas Mensagens Google no Android. Mas esta até pode passar despercebida, tendo em conta a forma como é ativada.

Tocar normalmente numa mensagem com um dedo começa por iniciar uma thread. Mas ao juntar-lhe o segundo dedo, vai acabar por aumentar (ou diminuir) boa parte do texto da janela em que estiveres. Na prática, funciona de forma semelhante ao que fazemos nas apps de fotografias há muito tempo.

Mudança escondida na app Mensagens Google. Crédito: 9to5Google
Mudança escondida na app Mensagens Google. Crédito: 9to5Google

Todos os textos da app se ajustam. Menus e avatares não mudam

Todos os textos acabam por se ajustar ao novo tamanho, incluindo algum que ainda não tenhas terminado de escrever e enviado. Também a data ou hora e as bolhas de mensagem aumentam o seu tamanho. Os avatares ou menus não sofrem mexidas.

É bom referir que não é possível ajustar o tamanho da fonte quando o teclado estiver aberto. E o tamanho que aplicares, vai estender-se a todas as conversas. No entanto, a lista base de conversas não sofre mexidas.

Tal como refere a fonte, aqueles que desejam ter as mensagens com texto maior, deixam de ter de aumentar a letra de todo o sistema. A funcionalidade acaba por estar um pouco escondida, mas percebe-se. Dessa forma não é ativada de forma acidental.

Ao que é referido, a funcionalidade começou a ser notada por vários utilizadores no Reddit esta sexta-feira. Não é sabido em que versão ficou ativa, mas deverá em breve ficar disponível para todos nesta app.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.