Meizu-M1-YunOS-TENAAAlgumas horas atrás publicamos a surpreendente notícia sobre um investimento do Alibaba na Meizu, um investimento de mais de 590 milhões de dólares que vai dar à Alibaba uma pequena participação na empresa de smartphones chineses.

Assim deste modo a gigante do comércio online entra no mundo dos dispositivos moveis, um mundo à muito desejado mas que parecia não saber como lá chegar. Este investimento tem surpreendido muitos, porque não há muito tempo havia sido anunciado um investimento de 10 milhões de dólares com a compra da empresa Ouya, um sistema de jogos que tem por base o sistema operativo Android.

Na  realidade este investimento da Alibaba parece desde já uma boa aposta, muito por conta do enorme e emergente mercado asiático, mas por outro lado poderá comprometer e em muito o futuro do Ubuntu Touch, o sistema operativol móvel da Canonical, porque, tudo leva a crer que neste acordo a Alibaba protegeu-se ao não permitir o desenvolvimento de smartphones com Ubuntu Touch. Será bom recordar que depois da bq com o Aquaris E 4.5 Ubuntu, a Meizu era uma outra proponente desde há algum tempo disponibilizar um dispositivo Meizu com sistema operativo da Canonical.

   

E o primeiro passo está dado. O surgimento de uma variante deste smartphone da Meizu com o YunOS, mais uma vez com a colaboração da TEENA.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dando uma vista de olhos nas especificações, este Meizu M1 apresenta um ecrã de 5 polegadas na resolução 720p, juntamente com 1GB de RAM e 8 GB de armazenamento interno expansível via cartão microSD até 128GB. O terminal é alimentado por processador quad-core MT6732 da MediaTek com clock de 1.5GHz e vem com uma bateria de 2,610mAh. Um sensor de 13 megapixeis está localizado na parte de trás juntamente com um flash LED, e uma camera de 5 megapixeis está disponível na frente. O dispositivo também vai oferecer conectividade 4G LTE e é de querer ser disponibilizado em várias cores, assim como foi o original Meizu M1.

Talvez queiras ver:

Diz o que tens em mente nos comentários abaixo. E que tal ajudares um projeto Português? Sabe mais

Queres ser nosso amigo? Segue-nos nos meios de comunicação.