MediaTek ataca Qualcomm 888 com novo processador Dimensity 1200

Abílio Rodrigues
Comentar

A MediaTek apresentou a sua mais recente geração de processadores Dimensity para smartphones, com melhorias consideráveis a nível de desempenho e autonomia. O Dimensity 1200 parece mesmo estar ao nível de ofertas rivais como o Snapdragon 888 ou o mais recente Exynos da Samsung.

As duas novas ofertas marcam a primeira vez que a marca recorre a um processo de fabrico de 6nm, integrando os núcleos de alto desempenho Cortex-A78.

MediaTek quer apanhar a Qualcomm e o Snapgradon 888

MediaTek Dimensity

O flagship Dimensity 1200 apresenta uma configuração assente num núcleo A78 "Ultra" com uma velocidade de relógio de 3GHz, combinado com 3 núcleos A78 "Super" e 4 núcleos A55 de alta eficiência.

A complementar o design temos um processador gráfico Mali-G77 com 9 núcleos e um processador de inteligência artificial MediaTek APU 3.0.

A inclusão de um núcleo "Ultra" tem como objetivo permitir maior performance em tarefas exigentes que tiram partido apenas de um dos núcleos, à semelhança do que a Qualcomm faz com o Cortex-X1 no seu 888.

A MediaTek revelou também um processador Dimensity 1100, que incide mais numa base big.LITTLE com 4 núcleos Cortex-A78 a 2.6GHz e 4 Cortex-A55.

Ambos os novos CPU da MediaTek permitem melhor desempenho no mobile gaming, sendo capazes de oferecer taxas de atualização de até 168Hz.

MediaTek Dimensity 1200 representa um salto considerável em relação a ofertas anteriores

No quesito fotográfico vemos um ISP redesenhado para permitir que o flagship Dimensity 1200 ofereça resoluções de até 200MP. O Dimensity 1000 fica-se pelos 108MP, mas as velocidades de processamento de imagem foram melhoradas em ambos os modelos possibilitando novas capacidades de vídeo em 4K e focagem inteligente.

Estes dois novos processadores estão ainda dotados de capacidades 5G de forma a acompanharem a tendência da indústria, apesar de não serem ainda compatíveis com a tecnologia mmWave.

A MediaTek refere que ambos os SoC devem começar a aparecer em smartphones Android lá para o final do primeiro trimestre deste ano. As principais marcas candidatas a usar os novos chips são a Xiaomi, Vivo, Oppo e Realme.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.