LG V40 ThinQ é oficial, mas está longe de ser o Android perfeito

Vitor Urbano
LG V40 ThinQ Android
O LG V40 ThinQ já é oficial e é a mais recente oferta da fabricante no mercado dos topo de gama Android

Todos sabemos que a LG está a passar uma fase bastante negra no que respeita ao número de vendas dos seus smartphones. Por isso mesmo, o LG V40 ThinQ rapidamente se tornou no smartphone Android mais aguardado da fabricante. Podendo apresentar-se como o seu "salvador".

O novo topo de gama já é oficial, e pelo que podemos ver, deve ter pela frente uma tarefa bastante complicada. Nesta fase inicial, é difícil encontrar argumentos que levem os utilizadores a escolher o LG V40 ThinQ em detrimento de qualquer outro topo de gama.

Vê ainda: Sondagem: Utilizas algum ‘Launcher’ (Tema) no teu smartphone Android?

Em termos de design, o novo topo de gama não apresenta grandes diferenças quando comparado com o G7. Assim sendo, podes contar com um "esqueleto" em metal e o seu painel traseiro em vidro.

O painel frontal tem um ecrã OLED Quad HD+ de 6,4" polegadas e com formato 19,5:9. Tal como acontece no G7, este também terá uma notch no topo do seu ecrã. A controlar o centro das operações está o esperado processador Qualcomm Snapdragon 845, apoiado por 6GB de memória RAM. Para armazenamento, vais poder contar com um 64GB/128GB de memória interna, expansível através de cartão microSD.

Será o LG V40 ThinQ capaz de salvar a fabricante no mercado dos smartphones Android?

Durante todas as semanas que antecederam a sua apresentação. O que mais se falou sobre o novo topo de gama foi a presença de um total de 5 câmaras fotográficas. Por isso, o LG V40 ThinQ chega equipado com uma dupla câmara frontal e uma tripla câmara traseira.

Em primeiro lugar, a dupla câmara apresenta um sensor principal de 8 megapixels (abertura f/1,9) e um secundário de 5 megapixels (abertura f/2,4). Vais poder encontrar várias funcionalidades focadas nas selfies, tal como "iluminação de estúdio" e "modo retrato".

LG V40 ThinQ Android

Por outro lado, a tripla câmara traseira posicionada no centro do painel traseiro, parece não surpreender tanto quanto seria de esperar. O seu sensor principal tem apenas 12 megapixels (abertura f/1,5 e estabilização ótica de imagem). Para suportar o sensor principal, tens uma câmara super wide-angle de 16 megapixels (abertura f/1,9) e uma terceira câmara de 8 megapixels (abertura f/1,9) com capacidade para zoom ótico de até duas vezes.

Tal como a nomenclatura "ThinQ" sugere, o novo topo de gama Android vai chegar carregado de capacidades IA (inteligência artificial). Que irão afetar bastante o resultado das suas fotografias. No entanto, será difícil imaginar que o LG V40 ThinQ se consiga colocar lado a lado com muitos dos restantes topo de gama de 2018.

LG-V40-ThinQ-Android-1.jpgLG-V40-ThinQ-Android-3.jpgLG-V40-ThinQ-Android-5.jpgLG-V40-ThinQ-Android.jpg

Alimentado por uma bateria de 3300 mAh com suporte para Quick Charge 3.0, vai chegar a correr o Android 8.1 Oreo. Assim, a presença da já desatualizada versão é bastante desapontante. Especialmente se considerarmos o tempo que a fabricante normalmente demora a lançar novas atualizações para os seus smartphones.

A tripla câmara do LG V40 ThinQ não chega aos calcanhares da concorrência

Por fim, o LG V40 ThinQ vai estar disponível em preto, cinza, azul e vermelho. As pré-reservas terão início no dia 18 de outubro. Por outro lado, o seu preço poderá ser mais um dos seus problemas.

Apresentando especificações que não surpreendem assim tanto, deverá chegar com um preço a rondar os 800€. A menos que sejas um fã da fabricante, será certamente complicado justificar este valor para o V40 ThinQ.

Editores 4gnews recomendam:

Google Pixel Watch: Vídeo visiona como poderá ser o smartwatch

Samsung Galaxy A9s: Será que as quatro câmaras são justificadas?

Apple iPhone XS Max não ultrapassa o Huawei P20 Pro na DxOMark

Via

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.