LG G6
A LG demonstrou hoje alguns dos testes levados a cabo às suas baterias

A LG está de regresso aos grandes palcos com o seu novo topo de gama LG G6, o qual apresentou durante a Mobile World Congress 2017 em Barcelona. Com o regresso à competição, com um dispositivo capaz de ombrear com os melhores do mercado (após o relativo fracasso do LG G5, dispositivo que beneficia da tecnologia modular) e aproveita, hoje, para lançar uma bicada à sua arquirrival Samsung.

Faltando apenas dois dias para a apresentação do Samsung Galaxy S8 e coincidindo ainda com o dia em que foi anunciado o regresso ao mercado do Samsung Galaxy Note 7, a LG aproveita para reafirmar a eficaz segurança da bateria do seu mais recente flagship.

Ver ainda: Governo do Reino Unido pede a restrição da encriptação no WhatsApp

   

Para promover as suas baterias, a empresa sul-coreana aproveitou o dia para fazer um pequeno tour pelo departamento onde as baterias são fabricadas, aberto a alguns convidados da imprensa, revelando alguns dos testes pelos quais estas têm de passar antes de equiparem o LG G6.


O principal ponto a favor destas é, segundo a LG, que em caso algum as baterias podem explodir. Para comprovar a veracidade da resistência das baterias, um membro do staff levou a cabo uma demonstração, onde deixa cair um peso equivalente a 9.1Kg a uma altura de 61 centimetros, por cima de uma bateria. E bem, mesmo danificada, a bateria não explode. O mesmo resultado verificou-se quando esse mesmo elemento do staff a perfurou.

E, como era objetivo da empresa através destas demonstrações, as baterias não explodiram ou incendiaram, o que veio confirmar as afirmações de que são, de facto, bastante seguras.

Quanto ao LG G6, este dispositivo tem feito sucesso na Coreia do Sul, tendo as vendas correspondido ao que a empresa desejava. A expansão para outros mercados irá acontecer gradualmente e a LG tem boas perspetivas para que o G6 seja um sucesso global, especialmente considerando a sua chegada adiantada relativamente ao topo de gama da Samsung.


As declarações de hoje não surpreendem pelo timing. Com apenas dois dias para o lançamento do Galaxy S8, a empresa vem aproveitando os erros da sua rival, relembrando os problemas com a bateria dos Galaxy Note 7. É dificil prever que impacto terão estas declarações, mas uma coisa é mais do que certa: com o lançamento do G6 antes do Galaxy S8, bem como as constantes bicadas à sua rival, a LG parece estar a apostar seriamente em capitalizar nos erros da competição e a sua estratégia parece estar a surtir efeitos na sua terra natal, apesar de ainda estar longe de conseguir suprimir o dominio da Samsung.

Boa estratégia da LG? Deixa nos comentários a tua opinião e fica a saber mais sobre o LG G6, clicando aqui.

Outros temas relevantes:
A RAM “Crucial” 16GB fez maravilhas ao iMac 5K Fusion Drive
Samsung Galaxy S8 terá novo atalho para aceder à câmara traseira
UMIDIGI Z RED: A alternativa Android ao iPhone RED