LG Q6 | LG G6
LG Q6

A LG apresentou esta semana o LG Q6. O novo smartphone de gama-média mostra semelhanças ao LG G6, topo de gama lançado na Mobile World Congress em fevereiro, mas até que ponto é que se pode comparar?

Já critiquei fortemente este novo smartphone por não nos oferecer um leitor de impressão digital, mas a verdade é que o smartphone não é mau de todo, muito pelo contrário. Pessoalmente considero a falta de leitor biométrico um “deal breaker“, porém, se acreditas que o código padrão ou a detecção facial é o indicado para ti, acredito que o devas olhar de forma atenta.

Vê ainda: Xiaomi Mi 6 em tonalidade branca é finalmente oficial

   

O novo LG Q6 chega-nos com o processador Qualcomm Snapdragon 435 e com variantes que podem ir desde os 2GB de RAM aos 4GB. Algo relevante neste dispositivo é a sua semelhança com o ecrã do LG G6.

O LG Q6 pode ser inferior ao LG G6 mas traz características relevantes aos gama-média

O mais recente terminal da empresa sul-coreana dá-nos um ecrã de 5.5″ polegadas Full HD com aspect ratio 18:9. Esta nova característica puxa o ecrã para as verticais diminuindo as extremidades do dispositivo.

Embora o User Interface da LG não seja propriamente o meu favorito, é aqui que o Q6 tirará proveito de tal vantagem. Seja na câmara fotográfica ou na visualizações de vídeo, o novo LG Q6 dar-nos-á uma experiência idêntica aos topos de gama G6 e Galaxy S8.

No primeiro vídeo publicitário do Q6 a empresa asiática mostra-nos isso mesmo. Um terminal que não é propriamente fantástico, a fazer coisas que só os topos de gama oferecem.

Embora isto não chegue para me convencer, temos de admitir que este LG Q6 ficará apenas pendente do seu valor. O preço e disponibilidade ainda não foi revelado mas acredita-se que fique disponível mundialmente.

Outros assuntos relevantes:

Google Pixel XL 2 poderá herdar funcionalidades do HTC U11

Leagoo Z1C é o smartphone dual-SIM por menos de 30€

Samsung Galaxy J7 e Samsung Galaxy J5 já chegaram a Portugal

FonteLG
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.