LG G8 ThinQ está longe de ser o smartphone mais seguro!

Filipe Alves

O LG G8 ThinQ, é o novo topo de gama da empresa sul-coreana e ainda que esteja a conquistar alguns utilizadores, continua a provar que deve ser um smartphone a não considerar.

O conhecido Youtuber JerryRigsEverything decidiu desmontar o LG G8 e o que encontrou lá dentro não é propriamente vantajoso (e seguro) para qualquer utilizador. Aliás, nas palavras este é um smartphone "que não recomenda comprar".

Tudo isto porque a LG decidiu colar a bateria do smartphone com uma fita adesiva permanente. Isto faz com que o risco de mudar de bateria seja extremamente alto. Um pequeno futuro na bateria e o smartphone estará em chamas. Como é muito mais complicado tirar a bateria com estas fitas adesivas, a probabilidade de acontecer é grande.

No ponto de vista do utilizador

LG G8 ThinQ

Mudar a bateria do smartphone é bem mais complexo do que outro smartphone. Isto significa que a LG fabricou um smartphone para não durar. Ou seja, com este adesivo os reparadores podem (e devem) recusar a sua substituição. Em certas alturas quando o smartphone está a morrer mudas de bateria e parece que o equipamento ganhou uma nova vida.

Ademais, Jerry chegou mesmo a dizer que esta foi uma das causas que do Note 7. O explosivo smartphone da Samsung que foi retirado no mercado por entrar em combustão devido a defeitos na bateria.

A este problema associamos outros inconvenientes

O LG G8 até é um smartphone bonito, porém, temos de admitir que está longe da concorrência. O smartphone continua com o sensor biométrico na traseira e sem implementação da tecnologia no ecrã. E continua a ser um problema ter um terminal da LG com o software atualizado. Pior ainda, a LG é das marcas que mais desvaloriza o seu equipamento no mercado. O smartphone ainda nem saiu em Portugal e já teve uma baixa de preço face ao valor anunciado.

Em suma, fica ao teu critério, porém, se és uma pessoa que gosta de ter um smartphone para alguns anos, tens mesmo de pensar se o LG G8 deve entrar na equação ou não.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.