Quando a LG apresentou pela primeira vez o LG G5 na Mobile World Congress 2016 em Barcelona, todos acreditávamos que poderia ser desta que a LG ia dar um salto face à discrepância entre os concorrentes, contudo, tal não aconteceu.

Podemos culpabilizar o LG G5, ou mesmo a ideia modular que rapidamente ficou obsoleta com o lançamento do Moto Z, mas honestamente acredito que a falha de marketing (ou bom marketing) fosse o maior problema.

   

Vê ainda: LG G6 poderá chegar com Google Assistant

A LG, enfrentou com o G5, um dos smartphones mais poderosos da história chamado Samsung Galaxy S7 e a falta de consistência no preço dos terminais da LG nos últimos anos, faz com os utilizadores se questionem seriamente onde investir o seu dinheiro.

Pela primeira vez em 6 anos a LG mostrou um trimestre negativo face ao ano anterior no sector mobile. O LG G5 deu prejuízo de 223 Milhões à empresa sul-coreana.

O último trimestre, que ficou marcado pelas compras de Natal, deu uma maior vantagem ao LG V20 nos mercados onde é comercializado e fracas vendas do LG G5 a nível mundial.

A LG começará o ano com o LG G6 e desta vez não terá a concorrência, pelo menos imediata, da arqui-rival Samsung, visto que o Samsung Galaxy S8 poderá saltar a apresentação da Mobile World Congress 2017.

Em suma, as contas da LG são de esboçar um sorriso. Embora no sector Mobile o prejuízo tenha sido significativo, a empresa continua a vender e a crescer nas Home Appliances, como frigoríficos, ar condicionados ou mesmo smartTV’s.

Esperemos que o LG G6 nos traga um terminal compacto, capaz e acima de tudo irreverente. De acordo com os últimos rumores, o próximo smartphone da LG não utilizará o último processador da Qualcomm por culpa da Samsung, vamos lá ver no que isto vai dar desta vez.

Outros assuntos relevantes:

Alerta Android: o malware HummingBad volta a atacar!

Este é o LG G6: topo de gama será apresentado no dia 26 de Fevereiro

Assim serão os dois novos smartwatches da Google e da LG

ViaGsmarena
FonteKorea Times
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.