A LG 2015 tem potencial para liderar em 2015

Filipe Alves

Ver esta CES 2015 e todos os artigos que nos tem trazido está a ser fantástico. Marcas que pouco se espera a lançar terminais ou gadgets que tem capacidade para batalhas mais duras e diretas com os grandes da tecnologia.

Esta LG embora grande, é uma marca que nunca foi o número 1, desta vez acredito tem tudo para o conseguir neste ano de 2015. O LG G Flex 2 mostra a ambição que a empresa Sul Coreana traz. Embora isto seja apenas a minha opinião e depois de ter imaginado o futuro da Samsung e da Apple para 2015, acredito que se nenhum destes alcançar os objectivos que terão de alcançar a LG 2015 poderá muito bem acabar o próximo ano a liderar.

Não é preciso muito para vermos uma empresa a passar de bestial a besta ou vice-versa. A Motorola renasceu do nada, a BlackBerry morreu inesperadamente, a LG só precisa de um pouco de sorte e lidera o mercado. Porquê? Porque não tem medo da mudança ou irreverência.

LG G4

(Concept LG G4)

A LG antes do LG G2 e depois do G2 são empresas totalmente diferentes. O G2 foi aquele terminal que disse à marca Sul Coreana de não temer o desconhecido. Quando eles lançaram como seu Flagship um terminal completamente diferente do normal corriam o risco de arruinar tudo, ou ter o maior sucesso.

" A sorte acompanha os audazes", acredito nesta filosofia, só não tem sorte quem não tenta, quem não muda. A LG com o primeiro G Flex mostrou a sua sede de mudança e com o LG Flex 2 um equipamento diferente e topo de gama, posso afirma que têm tudo para fazer sucesso, se o LG G4 for na mesma linha de ideias, o que já tivemos informações que sim, poderá ser um dos mais procurados do mercado.

Qual a tua opinião sobre este artigo? Acreditas no sucesso da LG?

Talvez queiras ver:

Queremos saber a tua opinião sobre este assunto por isso fica livre de comentar abaixo. Clica aqui para saberes como ajudar a 4GNews!

Nós e os nossos meios de comunicação!

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.