Lenovo S5 Xiaomi Redmi Note 5
O dispositivo esgotou muito rapidamente durante a sua primeira venda relâmpago ou flash sale.

Cheia de grandes ambições a Lenovo declarou “guerra” à Xiaomi e aos seus dispositivos móveis num esforço para voltar à ribalta no seu país natal, a China. Tudo isto começaria aqui, com o anúncio das hostilidade se comparações agressivas com o Xiaomi Redmi Note 5. Agora, com o Lenovo S5 já anunciado temos boas notícias para os fãs desta marca.

O seu novo produto conseguiu dar nas vistas após a campanha de marketing repleta de comparações e ostentação perante a Xiaomi e os seus produtos. Agora, a Lenovo conta-nos que o seu novo produto esgotou em apenas dois minutos durante a primeira venda relâmpago que se realizou no dia 23 de março.

Vê ainda: 37 aplicações gratuitas na Google Play Store para o teu Android

Todas as unidades disponíveis do Lenovo S5, o rival declarado do Xiaomi Redmi Note 5 terão esgotado em apenas 2 minutos no seu país natal. Aqui temos que frisar que não sabemos qual foi a quantidade de smartphones disponíveis no primeiro lote. Perante isto temos que moderar as nossas expectativas.

Ora, apesar de não sabermos quantas unidades estavam disponíveis para compra, certo é que as reservas para o primeiro lote contaram com a participação de 250 mil interessados. Um quarto de milhão de consumidores terão acorrido à primeira venda relâmpago ou flash sale do Lenovo S5.

Lenovo S5, o rival do Xiaomi Redmi Note 5

A popularidade deste rival declarado do Xiaomi Redmi Note 5 pode justificar-se também devido ao seu aspecto. Note-se que todo o seu look é muito semelhante ao Xiaomi Mi A1, ao OPPO R11 ou até mesmo ao OnePlus 5T, o atual topo de gama desta marca. Mais ainda, poderemos até comparar o seu aspecto com o iPhone 7 Plus da Apple, pelo menos olhando só para a sua traseira. Já na parte frontal, o Lenovo S5 conta com um ecrã de formato 18:9, sendo mais estreito e cómodo de utilizar com uma só mão.

Smartphone seria apresentado recentemente

Android Lenovo S5 Xiaomi Redmi Note 5
O novo smartphone de gama média acaba de ser apresentado pela empresa chinesa. Eis as novidades em torno deste dispositivo móvel.

Relembrando as suas principais características técnicas temos aqui um ecrã de 5.7 polegadas, tecnologia IPS LCD com o formato 18:9. A sua resolução é de Full-HD+, portanto 2160 x 1080 pixéis. Utiliza ainda uma construção metálica, estando disponível em Preto e Vermelho com uma ligeira textura no seu corpo metálico (alumínio).

Conta com várias parecenças com smartphones da Xiaomi

No seu interior temos um total de 3GB ou 4GB de memória RAM. Conta também com 32, 64 ou 128GB de armazenamento interno consoante a variante do equipamento. O seu procesador é o Snapdragon 625 da Qualcomm, sendo portanto um dispositivo de gama média /baixa.

O smartphone conta com um alinhamento de câmaras muito semelhante ao do Xiaomi Mi A1 com os seus sensores duplos. Neste caso, no Lenovo S5 temos duas câmaras de 13MP a adornar a sua traseira. Temos ainda um sensor de 16MP para todas as tuas selfies no painel frontal deste smartphone Android.

Temos ainda um leitor de impressões digitais ou sensor biométrico na sua traseira. Conta ainda com uma bateria de 3000mAh, porta USB do Tipo C e o sistema operativo Android Oreo 8.0 com a interface própria da marca, a ZUI 4.0.

Os preços deste smartphone começam nos 157 dólares para a versão base.

Outros assuntos relevantes:

Samsung Galaxy S9 Plus custa 376$ ou 305€ a ser produzido

Huawei P20 vê as suas principais características reveladas no Twitter

Xiaomi em Portugal. O gigante Android que vai mexer com o mercado

Fonte | Via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).