Lembram-se da Clubhouse? Instagram é o mais recente concorrente!

Rui Bacelar
Comentar

A Clubhouse foi a rede social mais procurada dos últimos meses, com várias concorrentes a integrarem as suas funções nas respetivas plataformas. O primeiro foi o Twitter, seguindo-se recentemente o Facebook e, muito em breve, também o Instagram.

Entretanto, a Clubhouse permanece um exclusivo da plataforma da Apple, existindo apenas para iOS. Condicionante que as demais plataformas tem aproveitado a seu favor para difundir as mais variadas salas de áudio e espaços de conversação "à lá Clubhouse".

O Instagram desenvolve alternativa à Clubhouse

Os Spaces do Twitter foram uma das primeiras "cópias" da Clubhouse.

É já sem surpresa que acolhemos esta nova fuga de informação perpetrada por uma fonte com histórico de fiabilidade no mercado mobile. Após a introdução das suas "Live Rooms" que expandiram de dois para quatro o limite de participantes nos seus Diretos, passaremos a ter salas dedicas ao áudio, tal e qual como a premissa da Clubhouse.

Para o Instagram, contudo, será uma mudança de paradigma nesta rede social centrada na imagem, na partilha de fotografias e vídeos. Com efeito, passaremos a ter espaços de conversa ou conferência onde se poderão juntar os mais variados utilizadores.

Recordamos que o Instagram foi adquirido pelo grupo Facebook em 2012, sendo cuidadosamente ampliado desde então. Agora, o próximo passo para esta rede social focada no formato imagético será a criação de espaços dedicados às conversas por voz.

E, apesar de não deixarmos de sentir que eventualmente tal função chegaria ao Instagram, a influência da Clubhouse é inegável. Foi uma das redes em maiores crescimento dos últimos meses - de acordo com a Statista - inspirando as demais rivais.

Este é o possível aspeto das Audio Rooms do Instagram

Segundo nos mostra (e diz) Alessandro Paluzzi, leaker com bom histórico de fiabilidade, este é o aspeto das salas de áudio para o Instagram. A função, "agarrada" pelo Facebook na sua própria implementação, terá um aspeto familiar para a rede Instagram.

Importa frisar que a captura de ecrã acima divulgada mostra-nos algumas das funções das salas de áudio em desenvolvimento. Como tal, esta implementação pode nunca chegar a ser distribuída ao grande público, ou pelo menos não nos moldes em que a vemos agora. Não obstante, perante a crescente popularidade do formato, é provável que estas funções sejam disponibilizadas.

As imagens mostra-nos aquele que é, provavelmente, um dos primeiros esboços da implementação. Reiteramos que o material aqui exposto denota o caráter experimental e inacabado das salas de áudio para o Instagram, e não propriamente a versão final.

A concorrência ao Clubhouse também passará pelo Instagram

A chegada destes recursos focados no áudio e conversações a esta rede social seria uma extensão natural na esfera de empresas do Facebook. A propósito, recordamos o anúncio recente desta mesma implementação "mutatis mutandi" para o Facebook.

É seguro, mesmo assim, dar como provável a chegada desta opção à rede social. Teremos, portanto, uma lista de participantes em cada sala, sejam oradores ou ouvintes, para sabermos quem já está dentro de cada sala. A demais interface do utilizador poderá apresentar outros recursos que, pela escassez e escopo limitado do material fonte não nos é possível observar.

Esperamos que a implementação seja muito similar ao que já encontramos no Spaces do Twitter. Os contornos exatos não são, para já, de domínio público.

Editores 4gnews recomendam:

  • Discord permanece independente, afastada a compra pela Microsoft
  • Polaroid Go: câmara analógica instantânea mais pequena do mundo chegou
  • Apple já definiu data para disponibilização do iOS 14.5 e iPadOS 14.5
Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.