Home Android

Processadores Kirin continuarão exclusivos dos smartphones Huawei

Acabaram as dúvidas quanto a uma eventual venda dos Kirin a outras empresas.

Huawei Kirin smartphones
Os Kirin não irão a lado nenhum Crédito: Huawei

A Huawei é uma das poucas empresas que desenvolve os processadores para os seus smartphones. Contam-se pelos dedos as tecnológicas que adotam estratégia semelhante. Ainda assim, há quem venda dos seus processadores a terceiros, coisa que não acontecerá com os Kirin.

Tomemos como exemplo os Exynos desenvolvidos pela Samsung. Estes processadores são desenvolvidos pela tecnológica sul-coreana e empregues em muitos dos seus equipamentos, nomeadamente os seus topos de gama. Mas esta também providencia os seus SoC´s a outras empresas, como a Meizu.

Vê ainda: Google Play Store: 10 jogos Android grátis mais populares neste momento

Já o caso da Qualcomm é totalmente diferente. A americana opera simplesmente no desenvolvimento de semi-condutores. Esta não possui smartphones próprios que possam albergar este tipo de componentes, estando sempre dependente da utilização de terceiros.

Face a algumas destas situações, existe a dúvida se algum dia também a Huawei venha a fornecer terceiros com os seus processadores. Pois bem, confrontada com esta possibilidade a chinesa foi inequívoca a afirmar que tal não acontecerá.

A dúvida foi colocada numa recente convenção levada a cabo pela Huawei em Xangai. Aí, numa sessão de perguntas e respostas, a empresa foi questionada para uma eventual venda dos seus Kirin a terceiros.

EMUI 6 Huawei Android Oreo
O Kirin 970 será o processador deste phablet

Em resposta, foi afirmado que o departamento de semi-condutores da empresa não está posicionado como um negócio independente. Mais ainda, não existe nenhum plano para a entrada de lucro com a venda destes componentes.

Para enfatizar ainda mais esta posição, a Huawei explica que o desenvolvimento dos processadores Kirin faz parte de algo maior. Estes são produzidos com o intuito de equipar os seus próprios produtos e servir como um fator diferenciador da concorrência.

Os Kirin não serão vistos em lado algum que não nos smartphones Huawei

Para que não surjam quaisquer mal-entendidos, a Huawei afirma ainda que empresas como a Qualcomm ou MediaTek são vistas como fornecedoras. Isto para dizer que não só os Kirin serão usados nos equipamentos da empresa chinesa.

O mais recente produto do departamento de semi-condutores da Huawei dá pelo nome de Kirin 970. Este é o processador que equipa smartphones como os Huawei P20 ou Huawei Mate 10 e que possui capacidades ímpares no campo da Inteligência Artificial.

Para o futuro, está já prometido o novo Kirin 980. Este deu já um ar de sua graça na plataforma AnTuTu com uma incrível pontuação de 356.819 pontos. Este estabeleceu um novo recorde na plataforma, o que é já um excelente presságio para o desempenho deste SoC.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Google pondera aquisição do departamento de saúde, a Withings da Nokia

Samsung Galaxy A5 2017 já está a receber o Android Oreo 8.0

Google Duo: Será mais fácil partilhares o ecrã numa videochamada

Via

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.