Kirin 970 Huawei Mate 10
O Kirin 970 será o processador para o novo Huawei Mate 10 e Mate 10 Pro

A Huawei subiu hoje ao palco da feira alemã IFA 2017 para nos apresentar o seu mais recente processador Kirin 970. Apesar de não haver nenhum novo smartphone para desvendar na capital alemã, esta grande empresa chinesa deu-nos a conhecer o processador que irá equipar o próximo Huawei Mate 10.

Há muito que se vinha a falar que o novo membro da família Mate teria direito a um processador novinho em folha. Pois bem, hoje a especulação tornou-se realidade e eis que temos o novo Kirin 970, o processador que irá integrar o próximo Huawei Mate 10.

Vê ainda: Apple: Será que este ano veremos o iPhone 8, 8 Plus e iPhone Edition?

A Huawei é uma das marcas que há mais tempo tem vindo a apostar nos seus processadores caseiros para os seus smartphones. Produzidos pela subsidiária HiSilicon, os Kirin foram sempre processadores que se revelaram capazes de enfrentar as tarefas diárias de qualquer tipo de utilizador.

Kirin 970 – o primeiro processador com uma unidade NPU dedicada

Foi pelas mãos (literalmente) de Richar Yu, CEO da Huawei, que ficamos a conhecer o novo Kirin 970. Estamos perante um processador de 8 núcleos (4 x Cortex A73 e 4 x Cortex A53) com uma frequência de 2.8GHz. Este novo processador foi produzido sobre a arquitetura de 10nm, o que lhe permitirá ser 20% superior ao Kirin 960.

O mesmo contém ainda uma gráfica dedicada de 12 núcleos, mas a sua principal novidade está na sua unidade NPU dedicada. Esta unidade de processamento neuronal, pela primeira vez integrada num processador para smartphones, irá adicionar novas funcionalidades de inteligência artificial e confere, ao processador, uma performance 25 vezes superior.

Tudo isto porque a Huawei pretende dar um maior destaque à Inteligência Artificial, uma das tecnologias do futuro. Para Richard Yu, há uma necessidade clara de dotar os nossos smartphones de ainda mais inteligência.

Richar Yu praticamente confirma a existência de um Huawei Mate 10 Pro

A empresa Chinesa tem planos para incorporar a Inteligência Artificial ao nível dos smartphones. A Huawei pretende utilizar esta tecnologia para tarefas como alocação de memória, renderização da UI, processamento de imagem da câmara ou agendamento de tarefas.

Na mesma ocasião, o atual líder da Huawei aproveitou a deixa para confirmar que este será, de facto, o processador dos novos Mate 10 e Mate 10 Pro. Embora não se tenha referido em específico a estes dois modelos, foi frisada a presença deste SoC na nova série Mate.


Tendo em conta estes pormenores, os novos Mate 10 e Mate 10 Pro serão equipamentos com um especial foco na Inteligência Artificial. Resta saber se também a Huawei irá optar por lançar a sua própria AI ou se irá adaptar uma das já existentes no mercado à sua nova unidade NPU.

Ainda sobre o novo Kirin 970, foi anunciada a criação de um ecossistema de desenvolvimento para este novo processador. Com o kit Kirin AI, será possível aos desenvolvedores criar todo um novo leque de aplicações que tirem melhor partido das possibilidades do processador.

Outros assuntos relevantes:

Google permitirá aplicações independentes no Android Wear 1.0 em breve

Xiaomi Mi A1 poderá ser um Android One com excelentes especificações

BlackBerry KEYone ‘Black Edition’ introduzido em vídeo

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.