Huawei Kirin 710 Snapdragon 710
O Kirin 710 será o próximo processador de gama média da empresa

O novo Snapdragon 710 é um dos processadores mais interessantes do momento. O mesmo veio criar um novo nicho de mercado ao qual as fabricantes não estão a ficar indiferentes. Prova disso mesmo parece ser o novo Kirin 710 da chinesa Huawei.

Anunciado a meados de 2017, o Kirin 659 é um dos processadores mais utilizados nos gama média da Huawei. Podemos, por exemplo, ver este processador no interior do Huawei P20 Lite. Mas a tecnologia não para e um sucessor começa a ser exigido.

Vê ainda: Google Fotos deixa-te agora editar a localização das fotografias

Será aqui que entrará o novo Kirin 710. Este será a nova aposta da Huawei no mercado de gama média e ainda uma afronta direta ao novo Qualcomm Snapdragon 710. Esta é a convicção de fontes ligadas à indústria, onde até o seu nome não foi escolhido ao acaso.

No entanto, pelos poucos pormenores conhecidos, o novo SoC da Huawei poderá ficar atrás do Snapdragon 710. Pelo que foi avançado, o Kirin 710 será produzido pela TSMC, na litografia de 12nm, tendo por base os núcleos Cortex-A73.

Será que o Huawei Kirin 710 conseguirá combater o novo Snapdragon 710?

Em comparação, o Snapdragon 710 está a ser produzido pela Samsung na litografia de 10nm, com base nos núcleos Cortex-A75 e A55. Isto resulta numa maior performance sem sacrificar o consumo energético.

Mais ainda, o novo SoC da Qualcomm conta com um mecanismo de Inteligência Artificial multi-core e uma unidade de processamento neural. Esta última também deverá marcar presença no futuro Kirin 710.

Todavia, será no consumo energético que o novo processador da Huawei deverá perder face ao da Qualcomm. Sendo o Kirin 710 fabricado num processo mais antigo, espera-se uma autonomia abaixo da conseguida pelo Snapdragon 710.

Quanto à estreia do novo processador Kirin no mercado, tal poderá acontecer no próximo mês de julho. Os rumores afirmam que será o Huawei Nova 3 o primeiro smartphone a chegar ao mercado com este novo SoC.

Quanto ao Nova 3, é dito que o mesmo tem como nome de código “Paris”. O mesmo deverá contar com um ecrã com um rácio 19.5:9 e ainda uma câmara dupla na sua traseira.

Não se ficando por aqui, a Digitimes adianta os planos da chinesa em termos de vendas para 2018. Alegadamente, a Huawei está a prever um total de 140 milhões de smartphones vendidos, sendo que metade serão de gamas intermédias.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung Galaxy Note 9: Novo rumor indica apresentação em agosto

OnePlus 6 já está a receber a OxygenOS 5.1.6 em Portugal

Bethesda anuncia ”The Elder Scrolls: Blades” para iOS e Android

Fonte | Via

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.