Killing Hasselhoff - Quanto vale a vida de um famoso?

Rute Ferreira

Killing Hasselhoff - Quanto vale a vida de um famoso?

A estreia mundial a 29 de Agosto do filme "Killing Hasselhoff" é a comédia que faz surgir de novo David Hasselhoff (também conhecido como The Hoff), como protagonista.

Nesta longa-metragem, David faz de personagem de si mesmo e conta com o co-protagonista ken Jeong, que interpreta o papel de Chris, para uma hora e meia de entretenimento.

Vê ainda: The Strain: a série de vampiros que acabou mais cedo que o esperado

Quando Chris é ameaçado de morte por ter contraído uma grande divida com um agiota, a única solução é matar David Hasselhoff, o único objectivo é conseguir concretizar esse assassinato sem demora.

As tentativas de morte constantemente mal sucedidas envoltas em situações caricatas, onde Ken mostra mais uma vez, que as sua expressividade corporal e as cenas de humor bem interpretadas, dão dinamismo ao filme. O talento de Ken (que entrou em comédias de grande sucesso, como a saga "The Hangover" 1,2 e 3) em fazer rir, nem que seja com um simples gesto é, mais uma vez manifestado em "Killing Hasselhoff".

Na verdade, o espectador consegue interessar-se mais pela interpretação de Ken e dos seus inusitados amigos (Rhys Darby e Jim Jefferies), do que propriamente no actor da série de sucesso dos anos 80, Michael Knight

Killing Hasselhoff é uma comédia sem muita originalidade mas que merece ser vista!

Esta comédia tem alguns momentos engraçados e hilariantes, contudo, não chegam para convencer o espectador a render-se ao "Killing Hasselhoff".

A interpretação de David Hasselhoff não é muito original e as suas piadas são previsíveis e sem muita graça, não se conseguindo "descolar" até de tiques vindo de outros papéis como o da série de grandes audiências "Baywatch", onde interpretava o nadador-salvador Mitch Buchannon.

É provável que a intenção do realizador Darren Grant (que fez o filme "Diary of a Mad Black Woman"), seja a promoção de um actor que necessita novamente das luzes da ribalta do grande público, para fazer renascer uma carreira há algum tempo adormecida.

The Hoff, também tentou a carreira de cantor e chegou a lançar um álbum com o nome "Looking for freedom", que vendeu centenas de milhares de cópias por toda a Europa. Enquanto travava a sua dependência pelo álcool, entrou nalgumas séries e filmes (Anaconda3 e Click por exemplo) onde desempenhou pequenos papéis.

Outros assuntos relevantes:

Google Play Store dá cada vez mais atenção aos Jogos

ZTE Axon M – smartphone trará ideologia dobrável

Amazon Echo e Echo Plus: nova geração de dispositivos com Alexa oficiais