Kanye West quis fazer um jogo mas a Nintendo destruiu o seu sonho

Abílio Rodrigues
Comentar

O antigo presidente da Nintendo América, Reggie Fils-Aime, revelou recentemente durante um podcast que Kanye West o abordou de forma apaixonada durante uma E3 há vários anos atrás com a ideia de produzir um videojogo.

O rapper pareceu tão genuinamente entusiasmado que o executivo aceitou uma reunião formal com Kanye onde também estaria presente a sua esposa Kim Kardashian.

Durante esse encontro na sede da empresa o músico explicou que estava a testar uma ideia para um videojogo e queria reações de pessoas ligadas à indústria. Kanye referiu ainda que olhava para a Nintendo como parceira ideal para dar vida a mais este seu sonho.

No entanto, Fils-Aime relata que nessa altura a Nintendo estava a desenvolver vários projetos em simultâneo e que a colaboração com West não era de todo viável.

Nintendo recusou "educadamente" colaborar com Kanye West

Kanye West

Foi o próprio antigo presidente a ter de comunicar a decisão executiva ao mediático casal, explicando que a Nintendo é uma companhia muito rigorosa e que provavelmente West não ia gostar de trabalhar com eles.

Não satisfeito, o músico e candidato a Presidente dos EUA nestas últimas eleições disse que procurava exatamente uma empresa com a ética de trabalho da Nintendo para sua companheira nessa aventura.

Apesar de admitir que ficou impressionado com a paixão de Kanye pela criação de conteúdos e pela indústria de videojogos, Reggie Fils-Aime teve de recusar educadamente. Infelizmente, o antigo executivo nunca chegou a partilhar que tipo de videojogo teria o rapper em mente.

Quem acompanha a carreira de Kanye West certamente conhecerá a sua paixão pela Nintendo, e talvez essa chama ainda esteja acesa no coração do músico apesar da desilusão.

Quem sabe se um dia o seu sonho não se realiza, da mesma forma que a cantora Ariana Grande concretizou o seu ao colaborar com a Square Enix em Final Fantasy: Brave Exvius.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.