Microsoft

Na passada terça-feira assistimos à apresentação e lançamento do novo Microsoft Windows 10 S e do Surface Laptop. Uma versão mais leve do Windows 10 e um novo computador portátil que vêm ampliar e intensificar a luta da Microsoft no segmento dos computadores e portáteis.

Vê também: Histórias do WhatsApp tem mais utilizadores diários que o Snapchat

   

Tendo sido estes dois os grandes pontos altos da apresentação, a Microsoft focou-se também muito noutros aspectos da sua estratégia que me pareceram, de igual modo, ou até mais relevantes. Refiro-me principalmente à aposta no sistema de ensino, através de sistemas Cloud de grande escala e no Office 365 como uma ferramenta obrigatória para estudantes e profissionais do ensino.

Salientando a primeira parte da apresentação fiquei com a clara sensação de que a aposta da Microsoft na área do ensino demonstra uma aposta no longo prazo, trazendo a marca para perto das camadas mais jovens. Comprometendo-se a oferecer o Windows e o Office 365 de forma gratuita a estudantes e professores, assim como a facilidade de lidar com os sistemas Cloud, estão a posicionar-los como ferramentas familiares e obrigatórias para o futuro profissional destes jovens.

Microsoft

Assim, e tirando partido da escala que os serviços Cloud para o ensino, a Microsoft poderá conseguir chegar a mais longe, a novas gerações de utilizadores e criar uma visão diferente da Microsoft, favorecendo a plataforma não só pela competitividade no preço de equipamentos, mas sim por uma perspectiva de eficácia e conforto na plataforma e o conhecimento adquirido no sistema educativo. Tendo crescido a usar as aplicações Microsoft, tornar-se-á mais difícil uma transição para outro tipo de sistema e mesmo para outras ferramentas.

Com esta potencialmente forte base de clientes, será depois mais fácil à Microsoft convencer programadores a entrar no comboio de aplicações para Windows 10 e 10 S e quem sabe um pouco mais tarde Windows Mobile. Como disse Satya Nadella na apresentação e com base no estudo sobre o emprego (Jobs Report) feito pelo World Economic Forums, 65% do trabalho e funções profissionais que estas gerações vindouras terão, ainda não existem!

Outros assuntos relevantes:

Será este o meu Sony? Xperia XZ Premium

Histórias do WhatsApp tem mais utilizadores diários que o Snapchat

A Nokia desafiou artistas a criar o seu Nokia 3310, eis os resultados!

Com extrema admiração por tecnologia móvel e pela evolução tecnológica da nossa geração em geral, juntei-me à 4gnews para te trazer todas as novidades sobre este nosso mundo da tecnologia falada em português.