windowsstore

Toda a loja de aplicações precisa da sua limpeza e a Windows Store não é exceção. Por isso, a Microsoft já começou a ver quais as aplicações que estão bem e as que estão mal e deu início a esse processo.

As primeiras a serem retiradas da loja pela gigante de Redmond serão aquelas que foram totalmente abandonadas, isto é, que não recebem uma atualização há muito tempo e para com as quais os programadores não mostram qualquer interesse no seu desenvolvimento. Contudo, há também aquelas que se tratam de meras cópias pouco éticas e que apenas enganam os consumidores no momento em que as instalam.

   

Windows-Store

Porém, não só apenas esses dois tipos de aplicações que estão a congestionar a Windows Store inconsequentemente. Há muitas outras e sem dúvida que a Microsoft terá um árduo trabalho pela frente para tirar tudo que está a mais e que pouca (ou nenhuma) falta faz ao Windows 10 e aos seus utilizadores.

Será isto algo mau? Não de todo. As consequências são claras, haverá menos aplicações na loja. Mas, se essas aplicações não são nada mais que um simples dado numérico que em nada beneficia o utilizador, então muito bem. É escusado remediar a situação. Mais importante que tudo é que os programadores vejam todo este projeto com outros olhos e relancem, de novo, este sistema operativo para outro patamar, onde ele merece estar.

Talvez queiras ver:

Insiders recebem enorme atualização para a Câmara no Windows 10 Mobile

Facebook e Messenger não são para todos os utilizadores de Windows 10 Mobile

Samsung apresenta o seu novo e elegante tablet com Windows 10, o Galaxy TabPro S Gold Edition