the-official-images-gallery-5

Se tens internet no PC ou no smartphone já te deste conta que a Apple apresentou um novo iPhone, um tal de iPhone SE. A equipa 4gnews fez uma enorme cobertura do evento com grande quantidade de artigos e com este tema principal na nossa LiveCast de tecnologia semanal.

Infelizmente não consegui estar presente e demonstrar a minha opinião sobre o assunto o que me levou a escrever este pequeno artigo para expressar os meus sentimentos.

   

Embora não seja um “Apple fan” posso dizer que tenho alguns equipamentos com a maçã trincada, desde smartphones ao PC, a minha vida fica menos produtiva sem o meu iMac ou macbook.

the-official-images-gallery-8

Mas enquanto continuo a venerar muitas das suas evoluções ao longo do tempo, incluíndo a apresentação do primeiro iPhone por Steve em 2007, nos últimos tempos tenho-me questionado sobre o papel da Apple no mundo tecnológico, principalmente no que toca a mobile.

só vejo vantagens em utilizar um iOS como daily-driver

Embora, como disse, seja um ex-utilizador iPhone 6, só vejo vantagens em utilizar um iOS como daily-driver, é verdade que ficas restrito, mas para quem quer viver o ecossistema perfeito, é fantástico.

Vê também: Aniversário GearBest: Tablets e Notebooks com Windows 10 e Android em armazém europeu

Contudo sinto que a Apple deixou de evoluir e limita-se a acompanhar o mercado. Lembro, por exemplo, que a sua arqui-rival lançou o Galaxy S6 sem medo de arriscar, mesmo que isso lhes tenha custado algumas vendas e tivessem de voltar, com o Galaxy S7, a trazer algumas características que desapareceram no seu antecessor. Ou até mesmo a LG, que depois do revolucionário G2 não teve problemas a nos dar um irreverente modular G5. As empresas estão a evoluir tão rápido nos dias de hoje que ao ver uma apresentação do iPhone SE dá vontade de rir e perguntar como é que eles o conseguem vender?!

“You must be kidding ?!”

iPhoneSE-4ColorFan-PR_US-EN-PRINT

Na altura da apresentação, embora tivesse fora de casa, dei um salto à Apple Store onde estavam a reproduzir em direto numa Apple TV. Lá estava eu rodeado de funcionários da Apple e fãs da marca quando o iPhone SE foi revelado. Sem ter noção do ambiente onde estava, quando vejo o terminal pela primeira vez, as primeiras palavras a sair da minha boca foram: “You must be kidding ?!”, a minha cara ficou obviamente vermelha quando vejo toda a gente a olhar para mim do género “Explica-te”, então foi isso que fiz e perguntei num tom de brincadeira aos funcionários da Apple se a empresa de Cupertino já vendia “telefones remodelados” (refurbished phones). Meia dúzia deles começaram-se a rir e no meio de tanto embaraço lá consegui sair sem ninguém notar por mim.

Este foi o mesmo sentimento que vestir a camisola do meu Vitória de Guimarães e ir para um café na Avenida da Liberdade em Braga apoiar o meu clube.

 vamos ser honestos e deixar a “fanezisse” de lado, pode ser?

18585770_770x433_acf_cropped

Mas vamos ser honestos e deixar a “fanezisse” de lado, pode ser? Ando cansado de ver a Apple a nos tentar vender os mesmos produtos. Foi assim com o iPhone 5C, meteram uma capa de pior qualidade no iPhone 5 e comercializaram como um novo modelo, continua a ser assim com quase todos os modelos “S”, onde esperamos revoluções e temos pequenas alterações ou adições e agora é assim com o mais recente modelo apelidado de “Special Edition”.

Vê ainda: Os preços oficiais do Apple iPhone SE

Mas percebam uma coisa, eu até gosto do design do iPhone 5S, o problema aqui é que andamos à caranguejo e não pode ser, como se diz no norte “pr’á a frente é que é caminho”.

Apple 2

Quanto às 4″ polegadas não sei muito como me expressar, porque sei que há pessoas que preferem este tamanho, tal como o meu limite é de 5.2″, tenho amigos que o limite são os 4″, por isso prefiro não argumentar negativamente este aspeto.

O seu preço, por muito que o critiquem também compreendo. Para a Apple baixar o preço a um smartphone é preciso um “santo cair do altar” e por pouco que seja, o smartphone vai ser de facto mais barato que o flagship do momento.

Em suma, eu não vejo este iPhone SE com bons olhos, muito porque sinto que é dar um passo atrás na evolução e aconselho a empresa Americana a dar um olhar mais atento à sua concorrência Samsung e seguir as passadas da Sul-Coreana

Talvez queiras ver: