iPhone 11: nova atualização vai recalibrar as baterias dos smartphones

Bruno Coelho
Comentar

Recentemente foram iniciados os testes da versão beta do iOS 14.5. E esta versão do sistema operativo da Apple traz uma medida que pode impactar positivamente a bateria dos iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max.

Segundo vários relatos, utilizadores dos iPhone 11 têm registado uma inesperada degradação da saúde da bateria dos seus equipamentos. E a grande medida desta atualização será proceder a uma recalibragem da mesma, para averiguar que baterias têm efetivamente problemas.

Como podes ver na imagem abaixo, vais ver uma “mensagem importante sobre a bateria”. Nesta podemos ler que a bateria está a ser recalibrada para a sua capacidade máxima. É ainda referido que o processo pode demorar algumas semanas.

“A recalibragem da capacidade máxima e capacidade de desempenho máximo irá ocorrer ao longo do tempo, em ciclos de carregamento normais. Se o processo for bem-sucedido, a mensagem de recalibragem será removida e a percentagem de capacidade máxima será atualizada”, pode ler-se.

Se a recalibragem não for bem sucedida, serás aconselhado a substituí-la gratuitamente num Centro de assistência autorizado da Apple. A marca refere ainda que a bateria pode continuar a ser usada, não existindo um problema de segurança.

Ainda assim, “poderão ocorrer problemas mais graves ao nível do desempenho e da bateria”. Todo este processo poderá ser visualizado a partir do iOS 14.5 nas Definições > Bateria > Saúde da bateria.

Podes saber todos os detalhes "Sobre a recalibragem da comunicação do estado da bateria no iOS 14.5" através deste documento oficial no site da Apple.

Editores 4gnews recomendam:

  • Apple iPhone 13: a nova geração promete uma surpresa nas câmaras fotográficas
  • Apple anuncia as datas para a WWDC 2021. O que esperar do evento
  • iPhone 12: esta carteira e suporte MagSafe é o acessório ideal (e funciona em Android)
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.