Inteligência Artificial consegue prever a tua cara analisando a tua voz

Carlos Oliveira
Comentar

Um grupo de investigadores do MIT revelou recentemente uma nova forma de aplicação para os poderes da Inteligência Artificial. Esta é capaz de prever a face de uma pessoa simplesmente analisando uma amostra da sua voz.

Oa resultados que podem ser obtidos com esta Inteligência Artificial ainda não atingiram a perfeição. Ainda assim, é já capaz de se aproximar assustadoramente da realidade, tal como podes ver pelo exemplo abaixo.

Exemplo resultados
Alguns dos resultados obtidos por esta IA

Devemos ter em conta que todos estes resultados foram obtidos simplesmente com uma amostra da voz destas pessoas. Em momento algum foi captado qualquer traço físico destes para que se pudesse chegar ao resultado final.

Esta IA foi treinada com vídeos do Youtube

Este marco foi alcançado utilizando milhares de vídeos presentes no Youtube, simplesmente com pessoas a falar. Durante este processo, esta Inteligência Artificial foi capaz de criar correlações entre vozes e faces humanas. Desse modo, este tecnologia é capaz de reproduzir vários atributos humanos como o género, etnia ou mesmo a idade.

Os investigadores frisam que este nova IA não é capaz de, em momento algum, chegar á identidade de uma pessoa. Ou seja, todos os resultados obtidos têm apenas como base os vídeos que serviram de ensinamento para esta Inteligência Artificial.

É ainda referido que caso seja utilizada, por exemplo, uma linguagem que não foi ensinada, os resultados obtidos podem não ser tão semelhantes quando o que vemos acima.

Questões de privacidade estão presentes na mente dos investigadores

Questões de privacidade são uma das preocupações dos criadores deste interessante tecnologia. Embora não seja capaz de identificar inequivocamente uma pessoa, os investigadores referem que esta IA deve ser usada apenas para efeitos de investigação.

Este querem assim assegurar que a tecnologia que desenvolveram não possa ser usada para efeitos de espionagem das populações. Por isso mesmo, eles frisam que os resultados obtidos têm uma direta relação com as amostras usadas no seu período de desenvolvimento.

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.