Intel lança os novos Xeon Platinum de até 56 núcleos

Bruno Coelho

A Intel promoveu o seu Data Center Innovation Day. Em São Francisco, a empresa apresentou os seus novos processadores para servidores. Os novos Intel Xeon são processadores que vão até 56 núcleos e mostram que a Intel quer ser uma empresa focada nos dados.

Os novos processadores escaláveis da Intel são parte daquilo a que podemos chamar de ecossistema de Data Center. Navin Shenoy, vice-presidente da área dos Data Center da Intel, afirmou mesmo que a Intel trazia agora algo completo ao mercado. O objetivo é ajudar os seus clientes em todo o processo dos dados.

intel xeon família

Os Intel Xeon de segunda geração trazem entre 8 e 56 núcleos, com até 4.5TB de memória por socket. Dependendo do modelo escolhido, estes têm suporte de um a oito sockets. O topo de gama é o Intel Xeon Platinum 9200, e conta com 56 núcleos e 12 canais de memória DDR4 dedicados. Ou seja, a largura de banda será fantástica.

A Intel anunciou seis modelos:

  • Intel Xeon Platinum 9200
  • Intel Xeon Platinum 8200
  • Intel Xeon Gold 6200
  • Intel Xeon Gold 5200
  • Intel Xeon Silver 4200
  • Intel Xeon Bronze 3200

intel xeon

Um dos grandes pontos de inovação destes novos processadores é a tecnologia Intel Deep Learning. Esta acelera o processo de conclusão de inteligência artificial dentro dos processadores. Basicamente melhora o desempenho da IA para modelos que já estejam treinados.

Foi também anunciado pela Intel, o Agilex FPGA. Este é um processador fabricado com o processo de 10 nanómetros e comummente utilizado no mercado de data center. A Intel quer usar o Agilex para acelerar aplicações que precisem de usar performance persistente.

intel xeon

Ainda em onda de lançamentos, chegou o Optane Data Center Persistent Memory. Basicamente este é construído com a memória 3D XPoint que se usa nos SSDs Optane. Contudo, este é focado em data centers. Tendo em conta que tem memória DDR4, tem no mesmo servidor esta e a Optane.

Basicamente tal permite que ambos funcionem como memória RAM ou que o Optane seja armazenamento. Assim, evita-se perda de dados, se por alguma razão existir um problema no servidor. Isto porque o Optane é uma memória persistente, ao contrário da DRAM.

intel xeon

Com esta tecnologia, a Intel atesta que tal permite aos desenvolvedores criar soluções de escrita de dados num Optane de memória persistente. Este funciona como armazenamento, e poem-se de parte os discos tradicionais. Tal aumenta obviamente a velocidade de todo o sistema.

Os processadores Xeon e Optane focados no mercado de Data Center já foram colocados à venda. Contudo, a Intel não anunciou preços durante o evento e estes ainda não se encontram disponíveis no seu site. Os processadores começarão a ser enviados ainda no durante o primeiro semestre.

Editores 4gnews recomendam:

Via | Fonte

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.