Intel AMD Spectre
O legado do Spectre continua a atormentar os utilizadores

O início de 2018 ficou marcado pelas piores razões com a descoberta das vulnerabilidades Spectre e Meltdown. Estas afetavam tanto os processadores Intel como os AMD. Isto significa que qualquer equipamento tecnológico da atualidade se viu assolado por estes problemas de segurança.

A sua correção partia das empresas responsáveis pelo desenvolvimento do seu sistema operativo. Vimos assim empresas como a Microsoft ou a Google a trabalharem de perto com a Intel e AMD para combater o Spectre e Meltdown.

Vê ainda: OnePlus 6 – Tudo o que já sabemos antes da apresentação no dia 16

Depois de um árduo trabalho de ambas as partes, eventualmente todos os equipamentos informáticos mais recentes ficaram vacinados contra estes problemas. Neste momento, se já instalaste as mais recentes atualizações no teu dispositivo não terás de te preocupar com estas vulnerabilidades.

Todavia, este ainda não é o final de toda a história. Agora foram descobertas oito novas vulnerabilidades herdadas do Spectre que atingem, novamente, os processadores desenvolvidos tanto pela Intel como pela AMD.

Intel e AMD novamente a braços com problemas derivados da ameaça Spectre

Referidas como Spectre-NG (New Generation) estas novas vulnerabilidades foram descobertas durante o processo de correção das anteriormente encontradas. Neste momento, a Intel está a classificar quatro destas como de elevado risco, ao passo que as restantes são de risco médio.

Por enquanto, a fonte não adianta grandes pormenores técnicos relativamente às Spectre-NG. Esta manobra é suportada pela esperança de que estas falhas possam ser corrigidas antes de serem do conhecimento público.

Não obstante, existe uma fundamentação para a classificação de alto risco das ameaças Spectre-NG. Segundo o avançado pela c´t, uma destas vulnerabilidades é capaz de atingir um servidor de rede por intermédio de uma máquina virtual.

Tal implicaria que todas as máquinas ligadas a esse servidor vissem os seus dados comprometidos. Todas as suas passwords e outros dados sensíveis ficariam expostos a quem explorasse esta falha.

Ao que tudo indica, a Intel já estará a desenvolver as correções necessárias para mitigar estes problemas. Mais ainda, a empresa norte-americana estará também a trabalhar com as desenvolvedoras de sistemas operativos para esse efeito.

As correções poderão chegar nos próximos dias

As respetivas correções deverão chegar ao público em duas fases. A primeira deverá ocorrer ainda neste mês de maio. A segunda está planeada para ser disponibilizada no mês de agosto.

Uma das responsáveis pela descoberta destas vulnerabilidades é a equipa do Google Project Zero. Este é mundialmente conhecido pela frieza na revelação pública de problemas de segurança caso as empresas visadas não tomem as devidas medidas no período de 90 dias.

Ora, pelo que é agora avançado, o período referente às Spectre-NG termina no próximo dia 7 de maio. Isto indica-nos que a primeira onda de atualizações da Intel possa chegar muito em breve.

Com efeito, mais uma vez, aconselhamos-te a instalares as mais recentes atualizações disponíveis para o teu sistema operativo. Só desta forma é que conseguirás manter a segurança de todos os teus dados.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Mi 7: Novo conceito mostra-nos a beleza deste Android

Apple iPhone X lidera TOP5 de smartphones mais vendidos no 1.º trimestre

Microsoft quer afastar o Windows 10 dos processadores Qualcomm

Fonte | Via

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.