Instagram vai "ver-te" através da câmara do teu smartphone

Mónica Marques
Comentar

Nos últimos anos, a rede social Instagram tem passado por algumas polémicas com pais e legisladores a pedirem medidas mais apertadas na verificação de idades.

Agora parece que a rede social vai atender aos pedidos e está a encontrar várias formas de certificar-se de que todos os utilizadores têm a idade exigida. E a câmara do teu smartphone vai ajudar a verificar a tua idade...

Verificação de idades no Instagram pode passar pelo envio de uma foto do utilizador

Instagram logo
Rede social Instagram pode implementar novas formas de verificação de idades Crédito@AlexanderShatov/Unsplash

Todos sabemos que para criar conta na maior parte das redes sociais é preciso ter, pelo menos, 13 anos, mas estas regras são facilmente contornáveis pelos mais jovens para se conseguirem registar neste tipo de plataformas, antes de atingirem a idade exigida.

Depois de várias históricas trágicas que envolvem jovens e redes sociais, o Instagram está a ponderar incluir novas formas de verificação de idade. Uma das opções em cima da mesa é o utilizador enviar uma selfie sua para a plataforma.

Assim, que o Instagram recebe a imagem, partilha-a com a empresa britânica Yoti que é especialista em verificação de idades, de identidades e ainda em biometria. A Inteligência Artificial desta empresa analisa a imagem, avaliando as características faciais e depois de verificada a idade, a fotografia é apagada do sistema, tanto da Yoti, como do Instagram.

Outra das hipóteses para verificação de idades que pode vir a ser implementada é através do envio de um documento de identificação para a plataforma, em conjunto com a confirmação de três adultos distintos.

Facebook afirma que pode oferecer experiências apropriadas à idade

Para já, estas medidas não estão ainda disponíveis para o público em geral, mas estão já a ser testada num grupo restrito nos Estados Unidos da América e têm também como objetivo evitar que os jovens sejam expostos a conteúdos impróprios.

De acordo com Erica Finkle, diretora de governance da Meta, quando as redes sociais da empresa têm conhecimento de que o utilizador é um adolescente conseguem "oferecer uma experiência apropriada à idade, com particularidades como conta privada por padrão, limitar as opções de anunciantes e impedir o contacto de adultos desconhecidos".

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.