Instagram muda algoritmo devido a conteúdos pro-palestinianos

Luís Simões
Comentar

O delicado conflito israelo-palestiniano continua a agitar o mundo e as redes sociais não são exceção. Segundo escreve o Financial Times, o Instagram terá mesmo mudado o seu algoritmo no sentido de não prejudicar conteúdos pro-palestinianos.

Segundo a mesma fonte, as queixas sobre a pouca visibilidade desses conteúdos chegaram de funcionários do próprio Instagram, que notaram uma censura automática por parte do sistema. Em causa estaria a forma como o algoritmo privilegiaria as stories originais em detrimento das suas partilhas, o que levantou suspeitas de intencionalidade.

Plataforma detida pelo Facebook garante que o comportamento do algoritmo vai mudar e promover a igualdade.

O portal Insider conversou com um porta-voz do Instagram, que garantiu que o cenário vai mudar a partir de agora: "As stories que partilham publicações do feed não estão a ter o alcance que as pessoas esperavam e isso não constitui uma experiência positiva. Ao longo do tempo vamos dar um peso igual às publicações partilhadas e às stores originais.

Já anteriormente o Instagram tinha sido acusado de favorecer um dos lados do conflito, acabando, por exemplo, por pedir desculpa num caso em que várias contas se viram impossibilitadas de publicar conteúdos pro-palestinianos. Noutro caso, foi o Twitter que limitou a conta de um escritor, também ele palestiniano. A plataforma viria mais tarde a confirmar ter-se tratado de um lapso.

Editores 4gnews recomendam: