Fonte: depositphotos
Fonte: depositphotos

Ainda se lembram quando o Instagram era sinónimo de fotografias de comida? Esses dias já vão longe e, se inicialmente a sua função era perfeitamente definida como uma rede social de partilha de fotos, agora já não podemos dizer o mesmo. Para o bem ou para o mal o Instagram está a crescer, a expandir-se e a diversificar as suas funções.

Desde que foi adquirida pela Google em 2012, a aplicação Instagram foi alargando o seu leque de funções e deixou de ser apenas um fluxo interminável de fotografias para se tornar numa plataforma publicitária mais interativa, com funções herdadas ou copiadas do Snapchat (Histórias do Instagram) e, regra geral, uma aplicação mais envolvente que ainda está em fase de crescimento.

O Próximo passo?

Há algumas semanas atrás a empresa disponibilizou o suporte para etiquetas de compras, para pequenas tags que podes colocar na tua foto e assim identificar a loja e o produto que estás a demonstrar na tua mais recente publicação. Muito mais direto e interativo do que dizer para carregarem no link disponível na Bio, agora poderás ir diretamente para a loja e comprar aquilo que viste e gostaste no momento. Passo a exemplificar com a imagem abaixo (basta clicar nos artigos abaixo apresentados).
O conceito será bastante semelhante, vês algo que gostas, clicas e serás redirecionado para a loja em questão para que possas comprar "aquela camisola", "aquele batom", "aqueles sapatos" ou "aquele smartphone". Eventualmente terás oportunidade para guardar os produtos favoritos numa espécie de "Lista de Desejos" para que depois possas satisfazer a tua curiosidade ou abastecer o teu armário.

   

Ora, seria de pensar que o Instagram ficasse com uma percentagem, ou mesmo a totalidade do pagamento por clique mas não será esse o caso. A estratégia da empresa passará por tornar este novo serviço bastante apelativo para as pequenas e grandes marcas, desde uma Nike até uma loja local de roupa ou uma start-up, na expectativa de que as marcas invistam mais dinheiro em publicidade e publicações patrocinadas dentro do Instagram.

Talvez queiras ver:

Google declara guerra aos revendedores do Google Pixel

Stephen Hawking: A Humanidade terá apenas mais 1000 anos de vida

Novo rumor afirma um iPhone 8 sem bordas laterias em volta do ecrã

Fonteengadget
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).