Inacreditável! Huawei quase desistiu dos smartphones há 8 anos!

Filipe Alves
Comentar

Quando falamos dos melhores smartphones do mercado a marca da Huawei está quase sempre envolvida. Ainda que nos últimos tempos tenha tido uma boa dose de problemas com o governo norte-americano, nada nos impede de gabar os produtos que a marca lança para o mercado.

Porém, nem sempre foi assim. Num vídeo lançado pela marca a falar das suas infraestruturas e produtos, o responsável do segmento mobile, Richard Yu, referiu que a Huawei esteve prestes a desistir do mercado de smartphones.

Foi há 8 anos que a Huawei quase desistiu dos smartphones

Segundo o responsável da marca, o negócio da Huawei era pequeno demais e não tinha muito sentido continuar com esta ideologia. Num mau inglês podemos ver Richard Yu 2:50 a dizer

"Estivemos quase a fechar este negócio. Na altura a Huawei fazia equipamentos de gama-baixa e de marca branca e a experiência de utilização era má. Tomei a decisão de fazer smartphone de gama média e gama alta para promover a marca da Huawei. Essa foi uma decisão ousada."

Os planos para o futuro dos smartphones da Huawei

Huawei smartphone

Richard Yu falou ainda que a marca está decidida a continuar a melhorar. "Não importa quão bom nós somos, temos de estar sempre a pensar como é que podemos melhorar, como é que conseguimos fazer melhor".

Assim sendo, mesmo com os problemas que estão a assolar a Huawei, acredito que a marca tem potencialidades para continuar a melhorar.

Os smartphones da marca são cada vez melhores e vanguardas na tecnologia móvel. A Huawei chegou ao mercado para desafiar grandes concorrentes que acreditavam que tinham ganho todas as batalhas. Todavia, uma forte Huawei, um grande investimento em qualidade e marketing fez com que a Huawei se tornasse na segunda maior fabricante de smartphones a nível mundial.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.