Huawei, Vodafone e Bosch testam a comunicação entre carros inteligentes

Rui Bacelar
Huawei Bosch Vodafone carros inteligentes
Huawei, Bosch e Vodafone estão a trabalhar em algo grandioso

É sexta-feira à tarde e o trânsito na autoestrada A9, perto de Munique, está caótico. É necessária concentração máxima pois existem carros a mudar de faixa constantemente. Forçando assim o condutor a travar abruptamente. Perigo que se sente em todo o mundo. A Huawei sabe disso. A Vodafone também. A Bosch não se fica atrás. A colaboração materializa-se nos "carros inteligentes".

Esta é a grande causa de muitos acidentes, trânsito lento e stress. A telefonia móvel inteligente pode atenuar alguns destes problemas e ajudar a prevenir situações perigosas no trânsito. Evitando assim que se tornem ainda mais críticas. É aqui que entra a colaboração entre a Huawei, Vodafone e Bosch.

Vê ainda: Samsung Galaxy S9 revela novos detalhes em vídeo na Internet

Conhecida como Cellular-V2X (veículo para tudo), esta tecnologia torna possível que os automóveis comuniquem entre si. Podem também comunicar com o que os rodeia através de telefonia móvel. Um passo importante rumo ao desenvolvimento dos carros inteligentes.

Desde de fevereiro de 2017, a Bosch, a Vodafone e a Huawei têm vindo a testar esta nova tecnologia de alta-performance. Neste momento são as primeiras empresas na Europa a fazê-lo. O futuro dos carros inteligentes passa pela mão destas três grandes empresas, disso não tenhas dúvidas.

Bosch, a Vodafone e a Huawei, parceria com os carros inteligentes em vista

A autoestrada A9, na Baviera, é a localização escolhida para testes no terreno com os primeiros módulos 5G. Pela primeira vez, as empresas estão a demonstrar que os sistemas de condução assistida. Tal é o caso do ACC Cruise Control adaptativo. Sistema que beneficiam diretamente e instantaneamente da troca de informação entre veículos. Neste último ponto os dispositivos da Huawei e Vodafone são cruciais.

Até agora, a Cellular-V2X tem sido usada como sistema de alerta em tempo real quando se muda de faixa nas autoestradas. Ou também em caso de travagem brusca. Por sua vez, o ACC não avisa apenas o condutor como também acelera e trava automaticamente. Desta forma, este novo sistema de telefonia móvel abre caminho para a condução autónoma.

O objetivo de conectar por completo o tráfego envolverá “ensinar” os veículos a comunicar entre si e a trocar informação sobre partes do cruzamento que não são visíveis ao condutor. Bem para lá de uma lomba. Sempre com um "olho" vitual atento sobre o carro ao lado ou sobre o que está à nossa frente, enquanto viajamos na autoestrada.

Uma visão para além do alcance dos sensores para carros inteligentes

O ACC cruise control adaptativo mantém a velocidade especificada pelo condutor. Isto graças a um sensor de radar. Mantém os carros inteligentes a uma distância de segurança entre o seu veículo e o da frente.

Deteta igualmente veículos que mudam de faixa repentinamente assim que entram no campo de ação dos sensores de radar dos carros inteligentes. Quando os automóveis comunicam diretamente e em tempo real através da Cellular-V2X, é possível detetar esses comportamentos ainda mais cedo.

Através da telefonia móvel da Huawei e Vodafone, os carros conectados podem transmitir informação diretamente. Podemos dar o exemplo da sua posição e velocidade, a todos os veículos num raio de mais de 300 metros.

Para além disso, podem fazê-lo sem que haja um sistema intermédio, via pontos base, e virtualmente sem atrasos. Isto faz com que um veículo reconheça o comportamento de outros ao seu redor.

Se houver, por exemplo, uma mudança de faixa repentina do veículo ao lado, o ACC percebe o que está a acontecer e a velocidade é ajustada, fazendo essa mudança de forma segura.

Mesmo em situações de trânsito intenso, esta função torna a condução mais suave e menos stressante para o condutor, prevenindo acelerações e travagens bruscas. O trânsito torna-se assim mais fluído e eficiente.

Opiniões?

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Mi 7, Huawei P20 ou Galaxy S9? Quais as expectativas?

Huawei. O que nos diz sobre as tendências e futuro da tecnologia Android?

Apple passa a Samsung. Xiaomi surpreende no último trimestre de 2017

Fonte |Via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).