Home Android

Huawei enfrenta problemas em todos estes países

Huawei Japao UK EUA
Huawei começa a enfrentar problemas em diversos países, incluindo Japão e Reino Unido

A Huawei é muito provavelmente uma das fabricantes de smartphones com os objetivos mais ambiciosos, ultrapassar a Samsung num espaço de dois anos. No entanto, parece ser também a fabricante que está a enfrentar mais problemas, em diversos países.

Depois dos graves problemas nos Estados Unidos, que acabaram por dar um ‘pontapé’ gigante nos seus números de vendas. Agora a empresa começa a experienciar o mesmo tipo de situação em diversos outros países.

Vê ainda: Mate 20 Pro fica ainda melhor com nova atualização

Não há dúvida de que a Huawei precisa de encontrar uma solução para estes problemas. A influência dos Estados Unidos nos seus restantes países aliados é simplesmente demasiado grande, o que poderá levar a um cenário muito delicado para a fabricante chinesa.

Huawei continua a ver crescer os seus problemas, agora ainda em mais países

Todos os problemas enfrentados pela fabricante são relativos a ‘receios de segurança’ por parte dos governos. Assim, depois de tudo começar com o governo de Trump, o mesmo tipo de acção já se estendeu à Austrália e Nova Zelândia. Onde já oficializaram que irão evitar utilizar equipamentos Huawei nas suas infra-estruturas 5G.

Na passada quarta-feira, surgiram as primeiras notícias de uma potencial crise a começar no Reino Unido. Com a operadora BT a anunciar que planeia remover equipamentos da Huawei da sua rede 4G durante os próximos dois anos. Para além disso, a fabricante não irá fazer parte dos seus planos para as redes 5G.

Android Huawei Trump EUA Estados Unidos da Amérida

Um dia depois destas más notícias, a Huawei viu a ‘herdeira do trono’ ser detida no Canadá após ‘ordens’ dos Estados Unidos. Por outro lado, a mais recente notícia é referente ao Japão. O governo nipónico vai proibir a utilização de equipamentos da Huawei.

Para além disso, as novas leis poderão banir também produtos de empresas nipónicas que utilizem componentes fabricantes pela Huawei. Por isso, estas sansões no Japão poderão resultar em danos ainda mais elevados para a fabricante chinesa.

Depois dos Estados Unidos começarem uma campanha de ‘difamação’ da fabricante perante os seus aliados, parece que já se começam a observar os resultados práticos. Por fim, resta-nos agora aguardar para ver qual será o nível de impacto nos resultados alcançados pela fabricante em 2019.

Editores 4gnews recomendam:

Nova tecnologia mistério será apresentada em breve pela Honor

Mate20 X chega a Portugal bem a tempo do Natal

Huawei Enjoy 9 será o próximo smartphone que não ‘magoa a carteira’

Fonte (2) | Via

Nascido em Sintra e a viver em Londres, amante do mundo Android desde o velhinho Galaxy S1 e apaixonado por tudo o que tecnologia envolve. No tempo livre o mais importante é sem dúvida família, música, natureza e... Xbox!