Huawei pode antecipar-se à Samsung no campeonato dos smartphones ‘tri-foldable’

Pedro Alves
Tempo de leitura: 2 min.

Depois da disputa da dimensão e do brilho dos ecrãs, dos muitos megapixéis das câmaras ou dos processadores cada vez mais potentes, a nova batalha no campeonato dos smartphones de topo pode em breve passar pela aposta nos ecrãs dobráveis... mas em dose tripla!

Esta é, pelo menos, a tendência possível de perceber olhando para algumas movimentações dos departamentos de desenvolvimento dos fabricantes, por um lado, bem como a partir de rumores que vão chegando ao mercado.

E, neste caso, Huawei e Samsung protagonizam mais esta história.

Patente de smartphone com ecrã ‘tri-foldable’ da Samsung
Reprodução da patente entregue pela Samsung relativa a um smartphone com ecrã 'tri-foldable'.
Imagem: Sam Mobile

Uma questão de espessura

Na disputa pelo segmento dos ecrãs dobráveis, a Samsung foi o primeiro fabricante a avançar com modelos do tipo ‘dual-fold’, chegando mesmo a mostrar versões com três ecrãs dobráveis.

O Sam Mobile refere que o fabricante sul coreano chegou a ter planos para lançar o seu primeiro modelo ‘tri-foldable’ no final de 2024, mas questões tecnológicas parecem ter afastado, para já, essa ideia.

Smartphone Samsung com ecrã ‘thri-foldable’
Já em 2021 a Samsung apresentava o seu protótipo de smartphone com ecrã dobrável em três partes.
Imagem: SAM Mobile

Segundo a Samsung, a aposta em painéis deste género não levanta apenas desafios ao nível da resistência dos materiais ou da utilização de duas dobradiças.

A partir do momento em que são três os painéis a sobrepor-se, a questão da espessura dos ecrãs e das caixas passa a ter uma importância crucial. E, neste campeonato, fabricantes como a Huawei parecem levar vantagem face ao que a Samsung tem pronto a lançar.

Huawei ganha vantagem?

De acordo com rumores divulgados pelo ‘leaker Ice Universe’ na sua conta do X, a Huawei estará na corrida para se tornar na primeira empresa a lançar um smartphone com ecrã dobrado em três partes.

A informação não foi ainda oficialmente confirmada pela Huawei, mas a mesma fonte refere que a espessura dos ecrãs dos smartphones deste fabricante chinês estão adaptados a um design ‘tri-foldable’

"Mesmo que o Galaxy Z Fold6 slim seja lançado, a sua espessura não é comparável à mais recente máquina dobrável do fabricante chinês", garante.

Pedro Alves
À paixão da escrita juntou a da Tecnologia e fez disso profissão durante duas décadas.