Huawei P40 e P40 Pro: marca revela data de apresentação oficial dos smartphones

Filipe Alves
Comentar

A Huawei revelou hoje o seu novo smartphone dobrável Huawei Mate Xs e Richard Yu, o responsável pelo departamento mobile da marca, indicou-nos ainda que os próximos topo de gama, Huawei P40 e P40 Pro serão revelados já no próximo dia 26 de março em Paris.

Já não é a primeira vez que a Huawei escolhe Paris para o lançamento do seu modelo "P". Tem sido assim desde o modelo P20 e parece que este ano acontecerá exatamente isso.

Huawei P40 e P40 Pro, o que esperar

Huawei P40 Huawei P40 Pro

De acordo com os rumores, o Huawei P40 e P40 Pro introduzirão um "buraco no ecrã" para a dupla câmara frontal. Esta deverá ser uma das maiores diferenças face o antecessor.

O ecrã deverá ser curvo à mesma e espera-se que a Huawei nos dê uma curvatura ainda maior. Algo que já vimos no Mate 30 Pro, que já está disponível em Portugal.

Câmaras serão um ponto a considerar no Huawei P40 e P40 Pro

O smartphone deverá trazer 5 câmaras na traseira. Isto se contarmos com o sensor "ToF" que não é propriamente uma lente, mas uma ajuda para as outras câmaras.

Se tudo correr como nos passados anos, espera-se que a Huawei revele menos qualidade fotográfica no modelo "normal" face o modelo Pro. Ainda assim, o modelo "normal" sempre foi uma opção de qualidade face à concorrência. Ademais, conta ainda com um preço mais apelativo.

Especificações de topo

Vale a pena referir que o Huawei P40 e P40 Pro contarão com o novo chip Kirin 990. O processador que começa a chegar nos topo de gama Huawei.

Richard Yu, referiu na apresentação de hoje no Mate Xs, que este processador é consideravelmente mais potente que o Snapdragon 865. A ver vamos.

O elefante na sala

Por fim, temos de falar daquilo que nos deixa com um pé atrás nos smartphones da Huawei. Se a Huawei não arranjar forma de resolver o conflito que existe com os EUA, espera-se que a empresa volte a revelar um smartphone topo de gama, com especificações fantásticas e uma câmara única sem serviços Google.

Isto significa que a Google Play Store não será instalada, tal como outras aplicações Google. Como o Gmail, Youtube, Chrome ou pesquisa Google.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.