Huawei P20 poderia chegar aos EUA, tudo depende agora do Mate 10 Pro

Rui Bacelar
Huawei P20 Huawei Mate 10 Pro Apple Huawei Android Smartphone EMUI
Empresa continua a crescer mas o mercado norte-americano não será um desafio fácil ©reuters

É um dos maiores objectivos da Huawei, a terceira maior construtora de dispositivos móveis em todo o mundo. Com uma enorme presença no sector de redes e dispositivos conexos, a marca quer trazer o seu Mate 10 Pro para os Estados Unidos da América. O Mate 10 Pro será o ponta de lança, sobretudo agora que a marca já prepara o seu Huawei P20.

Este último será apresentado, provavelmente, no congresso Mobile World Congress. Certame de tecnologia que terá lugar nos últimos dias de fevereiro em Barcelona. Aí, juntamente com os Samsung Galaxy S9, ficaremos a conhecer os novos líderes do mercado Android. Até lá, a marca chinesa tem alguns desafios nada fáceis pela frente.

Vê ainda: Samsung Galaxy S9 usufruirá das inovações apresentas na CES 2018

Em boa verdade, e tal como já avançamos aqui na 4gnews, a entrada nos Estados Unidos da América não se afigura nada fácil. Apesar de já ser a terceira maior construtora de dispositivos móveis a nível mundial, é um nome praticamente desconhecido no mercado norte-americano. A Huawei quer mudar isso a tempo do seu novo Huawei P20.

A gama Huawei Mate 10 chegaria em fevereiro às operadoras

Se até há bem pouco tempo esta ausência do 3º maior mercado mundial estaria para acabar. Note-se que a Huawei tinha estabelecido acordos com duas das maiores operadoras do país, a Verizon Wireless e também com a AT&T.

Seriam estas duas operadoras a porta de entrada dos Huawei Mate 10 Pro no país. Experiência que posteriormente se alongaria também aos Huawei P20, assim que estivessem prontos para chegar às lojas.

Aliás, a AT&T deveria começar a vender os Mate 10 já no início de fevereiro. Infelizmente, devido aos motivos aqui expostos, tal não deverá acontecer. Os relatos iniciais pareciam demasiado sensacionalistas. Contudo, à medida que novas fontes bem conhecidas foram avançando a mesma hipótese, restam agora poucas dúvidas.

Ora, algo de peculiar se passou. A Huawei subiu ao palco na CES 2018 onde apresentou os seus Mate 10 Pro e também o Mate 10 Porsche Design. Ambos destinados ao mercado norte-americano só para, momentos depois, ambas as operadoras se retraírem do negócio. Agora, também o futuro do Huawei P20 neste mercado está em risco...

A marca tem agora que repensar toda a sua estratégia de expansão para este mercado. Entretanto, não pode descurar a sua posição nos demais mercados mundiais, sobretudo no segmento de gama média onde enfrenta uma feroz concorrência.

Mate 10 Pro podia servir de alavanca para os Huawei P20

Huawei Mate 10 Pro Huawei P20
Esta linha de produtos não será fácil de encontrar nos Estados Unidos da América

As expectativas estavam em alta quando a Huawei confirmou a parceria com as operadoras para vender a sua série de dispositivos Mate 10. Parceria que a seu tempo deveria compreender também os Huawei P20.

Entretanto, foi o próprio The Wall Street Journal a noticiar o cancelamento deste negócio, poucas semanas antes de os primeiros Mate 10 chegarem às lojas. Agora, a saga adensa-se e os Estados Unidos da América parecem cada vez mais longínquos para os Mate 10 e para os Huawei P20.

"Wall Street Journal" e o "The Information" confirmam o pior dos cenários para a Huawei

Segundo nos informa o The Information, o negócio foi cancelado após a AT&T ter sido politicamente pressionada para se afastar da tecnológica chinesa.

Algo que está diretamente ligado com as relações entre ambos os países. Ou melhor, entre a cúpula política e os respectivos governos destas nações.

Correu até o rumor de que a certo ponto os smartphones da Huawei estavam a ser utilizados pelo governo chinês para espiar os norte-americanos.

Algo que evidentemente a Huawei refuta veemente. Agora, a marca tem uma estrada ainda mais difícil caso queira efetivamente trazer o seu próximo Huawei P20 para este mercado.

Huawei Mate 10 Android Huawei P20
Em Portugal temos os modelos "Pro" e o "Lite"

Ainda segundo a AndroidPolice, também a Verizon Wireless está a ser pressionada para sair rapidamente deste acordo com a Huawei. Esta seria outra das portas de entrada para os dispositivos Mate 10 Pro e para o Mate 10 Porsche Design. Dois topos de gama que ficarão assim longe do público norte-americano.

Contudo, a marca chinesa colocará os seus equipamentos à venda através de várias lojas físicas populares nesse país. Desde a Best Buy, Newegg à B&H Photo e até nas lojas da Microsoft. Apostará também na plataforma de vendas online, a Amazon.

Poderá o Huawei P20 chegar aos EUA?

No mercado norte-americano, o Mate 10 Pro custará $799 (dólares). Já o Mate 10 Porsche Design custará 1225 dólares. Ambos os dispositivos começarão a ser vendidos, não através das duas operadoras referidas, a partir do dia 18 de fevereiro.

Se quiseres, e para não perderes os próximos artigos, listas, dicas e análises, fiquem atentos às nossas redes sociais como a página de Facebook, Instagram. Estas são as nossas principais redes sociais.

E claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais todas as segundas-feiras às 21:30, hora de Lisboa. Podes também descarregar a nossa app para Android, AQUI. Desta forma terás acesso a todas as notícias e novos conteúdos a partir do teu smartphone

Por último, o Huawei P20 deverá ser apresentado no fim de fevereiro. Mais concretamente na MWC. Será o próximo topo de gama da marca. Ora, não temos a menor dúvida de que a marca também gostaria de o levar até aos USA. Contudo, perante este imbróglio, duvido que tal venha a acontecer.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Huawei Honor View 10 já está disponível por 499€

OnePlus 5T Sandstone White já está disponível por 559€

Alcatel apresenta os seus novos smartphones no CES 2018

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.