Nokia e Huawei estabelecem acordo de licenciamento de patentes

Rui Bacelar
licenciamento Nokia Huawei patentes acordo
O resultado? As acções da marca finlandesa registaram um aumento instantâneo @reuters

A tecnológica finlandesa que em 2017 regressou ao mercado dos smartphones com a coordenação da HMD Global acaba de anunciar um acordo a longo prazo com a terceira maior construtora mundial de dispositivos móveis. Agora, é com a Huawei que a Nokia estabelece um novo acordo. O objecto do mesmo? O licenciamento de patentes de smartphones. Curioso? Nós também!

A notícia foi avançada pela reuters, agência que nos revela os contornos deste acordo, muito semelhante aos previamente estabelecidos com outras gigantes. Desde a Apple, Samsung , LG e até mesmo a Xiaomi. Está longe de ser o primeiro acordo, sobre o licenciamento de patentes, estabelecido com uma empresa rival.

Vê ainda: Apple admite que a lentidão sentida no iPhone antigo é intencional

O resultado imediato foi um aumento de 2.7% no cotação em bolsa das ações da Nokia. Apesar de a tecnológica não ter fornecido mais detalhes sobre os termos do acordo, avança apenas que começará a colher os frutos (receita) deste negócio já a partir deste último trimestre de 2017.

Nokia e Huawei chegam a acordo sobre o licenciamento de patentes

Note-se que neste momento 90% das receitas da Nokia são oriundas do seu sistema de redes e equipamento de telecomunicações.

Contudo, o licenciamento de patentes ( a permissão para outras empresas utilizarem uma patente detida pela Nokia), é outra fonte rentável. Aliás, estas são as duas maiores fontes de receita para a marca finlandesa.

"É um negócio importante para a Nokia que agora tem acordos estabelecidos com todas as grandes construtoras de dispositivos móveis. O mercado das telecomunicações e redes móveis continuará a ser desafiante e duro. Contudo, com o aumento das receitas provenientes do licenciamento de patentes conseguimos compensar as dificuldades sentidas." Declarações de Mikael Rautanen, analista de mercado na agência finlandesa Inderes.

Nokia patentes acordo Inteligência Artificial Lisboa EMUI 8 Honor Android Oreo Huawei licenciamento
A Huawei aposta cada vez mais na Inteligência Artificial

A Nokia tem uma impressionante carteira de patentes, algo que foi construindo quando era a líder de mercado. É sem dúvida um enorme portfólio que compreende várias tecnologias com aplicação nos smartphones. Marcas como a Huawei sabem disso e estão diretamente interessadas em aplicar algumas destas tecnologias.

Desde o aumento e conservação da energia da bateria até mesmo a patentes que possibilitam a redução de componentes para executar certa tarefa, aumentar a recepção do sinal de rede. Entre outras possibilidade e tecnologias patenteadas. Algo que certamente despertou a curiosidade da Huawei e outras construtoras.

Cooperação entre a Nokia e a Huawei com este licenciamento de patentes

Maria Varsellona, a representante legal da Nokia disse: " A Huawei é uma das maiores empresas da China e uma das maiores construtoras de dispositivos móveis no mundo. Nós, na Nokia, estamos muito contentes por acolher a Huawei na nossa família de marcas que utilizam as nossas patentes."

Se quiseres, e para não perderes os próximos artigos, listas, dicas e análises, fiquem atentos às nossas redes sociais como a página de Facebook, Instagram e claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais todas as segundas-feiras às 21:30, hora de Lisboa.

A Nokia está novamente a crescer. A pouco e pouco vai tomando o pulso ao mercado dos smartphones. Depois de um regresso cuidadoso em 2017 agora está na hora de se preparar para o próximo ano. Para tal, as receitas provenientes das suas patentes serão uma mais-valia bem útil.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Android é vítima de novo malware, Google Play Store está a salvo!

Samsung Galaxy S9 Plus não será tão poderoso quanto o Apple iPhone X

Xiaomi Redmi Note 5 materializou-se no Xiaomi Redmi 5 Plus

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).