Huawei Mate X custa 2299€... Será que vale a pena considerar?

Filipe Alves

Vale mesmo a pena comprar um Huawei Mate X por 2299€? Tudo depende da tua carteira. Sei que não terei um bolso largo para arcar com uma despesa destas, contudo, quem tem 2300€ a mais na conta, este é um smartphone que vale a pena ter.

Ainda assim vale a pena frisar que este smartphone não é feito para todos. Se há uns anos se dizia que só compravam um iPhone para ostentar, agora podemos dizer o mesmo de um smartphone dobrável.

Huawei Mate X custa 2299€... Mesmo assim vale considerar!

O Samsung Galaxy Fold soltou-se uns "uhhhhhh" quando revelou o preço de forma oficial na apresentação. No Huawei Mate X, o CEO acabou até por falar de forma improvisada no palco porque é que o smartphone era tão caro.

2300€ é o preço do novo Huawei Mate X

"A tecnologia é cara", "A inovação é grande". Foram palavras que não convenceram muitos utilizadores. Nem a frase "estamos a trabalhar para trazer mais barato" convenceu os amantes tecnológicos.

Claro que esta tecnologia ficará mais barata com o tempo, contudo, pagar 2300€ por um smartphone que pouco mais nos dá a não ser um ecrã dobrável, é também questionável.

Vale a pena comprar o Huawei Mate X?

Sinceramente não me parece que o Huawei Mate X valha o dinheiro. Primeiramente porque é a primeira geração do smartphone e as primeiras gerações são sempre uma dor de cabeça.

Depois, porque é simplesmente caro demais para nos dar uma junção de um tablet e smartphone. Por esse preço consegues comprar um excelente smartphone e um tablet e ainda ficas com dinheiro para ir jantar fora.

Em suma, é bom ver a Huawei a inovar e trazer algo novo. Porém, este acho que vou deixar passar.

Editores 4gnews recomendam:

Huawei Mate 20 Pro já tem (finalmente) concorrente na câmara fotográfica

Huawei Mate X é o smartphone dobrável que vais querer ter!

Preços do Xiaomi Mi 9 para a Europa revelados de forma oficial

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.