Huawei Mate 30 já está à venda na Roménia. Para quando no resto da Europa?

Carlos Oliveira
Comentar

Depois da Malásia, eis que a Huawei expande um pouco mais a disponibilidade dos seus Huawei Mate 30. O novo país a receber estes topos de gama é a Roménia, o que nos dá esperança para um lançamento na Europa para breve.

Na loja online Quickmobile já é possível adquirir os novos Huawei Mate 30 e Mate 30 Pro. Os preços praticados estão próximos dos anunciados, com o Mate 30 a custar 760€ e o Mate 30 Pro 1050€.

A entrega destes smartphones está prevista para dentro de sete dias, portanto, é possível ter um exemplar em mãos na próxima semana. Tal demonstra que a Huawei está pronta para comercializar os Mate 30 no velho continente, pelo menos de forma faseada.

Mate 30 Pro

Quando chegarão os Huawei Mate 30 ao resto da Europa?

Ainda não sabemos quando é que tal poderá acontecer. Aquando da apresentação dos Huawei Mate 30, a empresa não revelou os seus planos para a venda destes smartphones no nosso continente.

Com a chegada dos Mate 30 à Roménia, abre-se a esperança para uma comercialização mais alargada. Tal poderá demorar dias ou semanas, restando-nos esperar que tal se concretize.

Ausência dos serviços Google não é esquecida

A ausência dos serviços da Google nos Mate 30 e Mate 30 Pro é a principal razão pela qual estes estão envoltos em tanto mistério. Se tal não tem influência na sua comercialização na China, o mesmo não podemos dizer do resto do mundo.

As aplicações da Google são uma parte muito relevante de qualquer smartphone Android. A sua cooperação oferece-nos uma experiência que poucos conseguem igualar.

Isto tudo sucede porque a administração de Donald Trump, nos EUA, proibiu a Huawei de negociar com empresa norte-americanas. Uma das visadas é a Google, responsável pelo Android e detentora de serviços como o Gmail, Youtube, Pesquisa Google, Google Maps e muito mais.

Claro que poderás sempre instalar estas aplicações de forma não oficial, mas tal poderá ser mais complicado para utilizadores menos experientes. Ainda assim, isso não preocupa a maioria dos nossos leitores, que afirmaram considerar a compra dos Mate 30 mesmo sem os serviços da Google.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.