Huawei Mate 20 promete ser mais inteligente do que a concorrência

Filipe Alves

A Huawei revelará o Huawei Mate 20 e "Pro" no dia 16 de outubro em Londres. Os rumores dos novos smartphones são muitos, contudo, ainda existe alguma especulação face os pormenores do terminal.

No momento em que escrevemos este artigo temos noção que o Huawei Mate 20 e Pro contarão com uma tripla câmara traseira. Acredita-se que as fotografias até ao momento descrevam na exacta perfeição como será o design do terminal. Teremos as 3 câmaras juntas num pequeno quadrado na parte traseira. Um pouco diferente do que aconteceu com o P20 Pro.

Vê ainda: O novo browser Android que tens de conhecer!

processador Kirin 980. O Chip foi revelado na IFA em Berlim e é o primeiro com 7nm. Isto é, o processador terá mais performance e poupará mais autonomia.

Huawei Mate 20 chegarão ao mercado no final de outubro

Acredita-se ainda que o processador venha a ser auxiliado pela NPU 2.0. Esta NPU (Neural Processing Unit) dará ao Huawei Mate 20 e Pro a capacidade de entender um pouco mais sobre o utilizador e o que o terminal está a "ver". No P20, por exemplo, o smartphone consegue identificar o que está a tirar fotografia e adaptar as definições de melhor forma.

Os convites para o evento do Huawei Mate 20 referem que o terminal terá uma "Maior inteligência". Escusado será dizer que a Huawei está a atacar diretamente a concorrência que continua a não investir seriamente na Inteligência Artificial para os seus smartphones.

Estou seriamente curioso para saber o que o Huawei Mate 20 e 20 Pro trarão de novo. A Huawei tem feito um bom trabalho em se destacar no mercado e estes novos terminais podem ser exatamente o que a marca precisa para continuar a crescer.

Editores 4gnews recomendam:

Mate 20 Pro terá uma surpresa agradável no seu ecrã

Mate 20 Pro aparece em nova imagem e levanta dúvidas

Muawei P30

Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.