Huawei Mate 11
Huawei Mate 11 já começa a ser especulado

A Huawei prepara-se para apresentar os novos elementos da sua linha P. A família P20 será desvendada já na próxima terça-feira, dia 27, em Paris. Neste momento parece já saber-se praticamente tudo sobre os mesmos, logo é tempo de olhar para o futuro. Esse futuro dá pelo nome de Huawei Mate 11, o topo de gama de outono da empresa chinesa.

A linha Huawei Mate é a verdadeira topo de gama da marca. É nesta linha que a empresa chinesa costuma apostar tudo, aquela que verdadeiramente representa o que de melhor a marca tem para nos oferecer. Serve ainda de cobaia para a introdução de novas tecnologias nos seus equipamentos.

Vê ainda: 37 aplicações gratuitas na Google Play Store para o teu Android

Vejá-mos, por exemplo, aquilo que se passou com os Huawei Mate 10. Estes foram os primeiros smartphones da marca a contar com ecrãs de margens reduzidas. Foram ainda os primeiros a dar corpo ao novo processador Kirin 970. Este é o primeiro processador da marca a contar com uma unidade processamento neural, oferecendo capacidades únicas ao nível da Inteligência Artificial. Dois pontos que deverão agora vigorar nos novos P20.

Para a segunda metade de 2018 espera-se já um novo membro para a família Mate. Este poderá ficar conhecido como Mate 11, mas não podemos descartar a possibilidade de um Mate 20. Aliás, a empresa também saltou dos P10 para os P20.

Huawei Mate 11: o primeiro Huawei com leitor biométrico no ecrã?

Mas aquilo que hoje é rumorado para o futuro Huawei Mate 11 tem que ver com a sua segurança biométrica. A publicação Digitimes vem agora levantar a possibilidade de este Android contar com o tão esperado leitor de impressões digitais embutido no ecrã.

2018 tem sido marcado pela chegada dos primeiros equipamentos com este tipo de sensor. Os primeiros a serem desvendados foram os Vivo X20 Plus UD e o X21 UD. Ambos os equipamentos contam com a tecnologia desenvolvida pela Synaptics.

Ora, alegadamente, a Huawei está a olhar para outro fornecedor. É avançado que a empresa chinesa irá adotar tecnologia semelhante desenvolvida pela Qualcomm. A confirmar-se, este poderá ser o primeiro equipamento a chegar ao mercado com a tecnologia da empresa americana.

Huawei Mate 10 Ok Google Android
O topo de gama da fabricante chinesa recebe uma nova atualização.

Este trata-se de um sensor ultrassónico três vezes mais caro que os sensores utilizados hoje em dia. Em contrapartida, possui apenas 0.44mm de espessura e consegue funcionar sobre vidro mais espesso do que a tecnologia utilizada nos Vivo. Outra das vantagens do sensor da Qualcomm é a sua capacidade de leituras acertadas mesmo com dedos molhados ou gordurosos.

A mesma fonte avança ainda que a Huawei não será a única empresa chinesa a adotar esta tecnologia. Sem avançar com marcas em específico, é dito que mais poderão dotar as suas versões internacionais com a tecnologia da Qualcomm. Já as versões destinadas ao seu mercado caseiro contarão com reconhecimento facial 3D.

Resta apenas frisar que o novo Huawei Mate 11 / 20 será desvendado apenas na segunda metade deste ano. Mais concretamente, o mesmo só deverá ser oficializado lá para setembro ou outubro, logo ainda há muito para falar sobre o mesmo.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Android. Samsung Galaxy S9 Plus custa 376$ ou 305€ a ser produzido

Xiaomi Mi A1 com Android Oreo recebe atualização de segurança de abril

Xiaomi em Portugal. O gigante Android que vai mexer com o mercado

Fonte | Via

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.